Descrição de chapéu Artes Cênicas

Ocupação revela faces menos exploradas de Plínio Marcos

Dramaturgo é homenageado no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, em São Paulo

Clara Balbi
São Paulo

Praticamente esquecido no fim da vida, quando vendia edições dos próprios textos em filas de teatro, o santista Plínio Marcos é homenageado com uma ocupação no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, na República, desde o início de maio.

A estreia do projeto foi com ensaios de “Dois Perdidos numa Noite Suja”, um dos primeiros textos de Marcos, seguidos por “O Bote da Loba”, na quarta passada (22). Até o final de junho, porém, a ocupação terá montado mais duas peças do autor: “Navalha na Carne”, no próximo dia 5, e “O Abajur Lilás”, no dia 28.

A proposta, explica o diretor e idealizador do projeto, Marco Antônio Braz, é criar um panorama integral da produção do escritor. Um dos bastiões da chamada “nova dramaturgia brasileira” da década de 1960, seus trabalhos mais célebres retratam a realidade violenta e desesperada do subproletariado urbano.

Mas sua obra, publicada em sua totalidade pela primeira vez pela Funarte em 2017, vai além da denúncia social, e inclui de fábulas infantis a dramas de classe média, diz Braz.

É o caso de “O Bote da Loba”, texto de 1997 montado de forma inédita há três anos pelo diretor Marcos Loureiro e reapresentado na ocupação. Na trama, uma jovem reprimida sexualmente visita a cartomante Madame Veriska em busca de uma cura.

Se as apresentações no Teatro de Arena até julho parecem pouco para contemplar toda essa diversidade, Braz pretende cumprir a missão com a recém-criada Plin, companhia de repertório dedicada a Marcos. A meta é montar pelo menos mais quatro trabalhos do autor até o final do ano, seja no espaço administrado pela Funarte ou em outros locais.

“Queremos que o público tenha contato com a obra do Marcos até, quem sabe, ela cair em desuso”, afirma Braz, lembrando uma célebre declaração do dramaturgo em que ele creditava  a atualidade de suas peças não a seu talento, mas ao fato de que o país não mudava.

Ocupação Noites Sujas

  • Quando Até 28/7
  • Onde Teatro de Arena Eugênio Kusnet (r. Dr. Teodoro Baima, 94)
  • Preço R$ 20 (peças)
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.