Preparativos para a Virada Cultural já bloqueiam ruas em São Paulo

Metrô funciona sem parar durante o evento e SPTrans faz esquema especial de ônibus; Paulista abre para pedestres

São Paulo

​Com expectativa da prefeitura de reunir um público de 5 milhões de pessoas, a 15ª edição da Virada Cultural, que acontece neste fim de semana, vai alterar o trânsito a partir desta quinta. Estão escaladas 1.200 atividades gratuitas espalhadas pela cidade, mas a maioria se concentra na região central: dos 35 palcos, 27 ficam no centro.

Para dar início à montagem dos palcos, a partir das 22h, trechos da rua Cásper Líbero e das avenidas Vieira de Carvalho, São João e Ipiranga ficam interditadas. Amanhã, também depois das 22h, o motorista não vai poder passar em trechos da avenida Rio Branco, da alameda Barão de Limeira e da rua Doutor Bráulio Gomes.

Enquanto o evento acontecer, a partir das 18h de sábado, o transporte público é a melhor opção de deslocamento, já que as principais avenidas e acessos estarão interditados. A desmontagem das estruturas e liberação das viam começam às 20h de domingo, com liberação total prevista para às 5h de segunda-feira.

As linhas do Metrô funcionam de maneira ininterrupta a partir das 4h40 de sábado até a meia-noite do domingo, com exceção da Linha 15-Prata que não vai operar a partir das 13h do sábado. A medida também será adotada nas linhas 4-Amarela e 5-Lilás.

Nos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, as linhas operam das 4h de sábado até a meia-noite de domingo, com exceção da Linha 13-Jade. Durante a madrugada, entre 1h e 4h, o intervalo entre os trens será de 30 minutos. Embora todas as estações permaneçam abertas para desembarque, apenas as estações que têm integração com o Metrô funcionam para embarque na madrugada.  

Os ônibus da SPTrans também operam em esquema especial. A partir das 16h do sábado até às 20h do domingo, 111 linhas têm alterações de itinerários na região central, operando em sistema circular ou com ponto final alterado.

Durante as 24 horas da Virada, a avenida Paulista fica fechada para o trânsito de carros e ônibus, mas sem a ciclofaixa de lazer. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.