Ricardo Rihan será o novo secretário do Audiovisual de Bolsonaro

Produtor de 'Real' tomará posse no início de agosto

O produtor Ricardo Rihan será o novo secretário do Audiovisual do governo de Jair Bolsonaro. A nomeação deve ser publicada no Diário Oficial da União na próxima semana.

Além de produzir o filme “Real — O Plano por Trás da História" (2017), Rihan trabalhou também em "As Mães de Chico Xavier" (2011), "O Filme dos Espíritos" (2011), no documentário "Paixão, Suor e Graxa" (2015) e na série "Guerreiros da Selva" (2017). Todas as obras são de responsabilidade da LightHouse, produtora da qual era sócio. 

Ricardo Fadel Rihan, produtor do filme "Real - O Plano por Trás da História"
Ricardo Fadel Rihan, produtor do filme "Real - O Plano por Trás da História" - Ze Carlos Barretta/Folhapress

Rihan assume a secretaria num momento de tensão, em que Bolsonaro já afirmou que a Ancine, a agência que regula o setor, pode até ser fechada. Nesta semana, o secretário de Comunicação do governo, Fabio Wajngarten, jantou em São Paulo com alguns dos maiores produtores de cinema e séries do país para marcar a abertura de um canal de diálogo

Em junho, o jornalista, apresentador e produtor Edilásio Barra havia sido escolhido como novo secretário do Audiovisual. Cinco dias depois, no entanto, caiu sem ter assumido o cargo.

"Se for a mando de Deus, recebo com o maior respeito essa decisão", disse Barra na época à coluna de Mônica Bergamo.

De acordo com a assessoria do Ministério da Cidadania, Ricardo Rihan tomará posse em 5 de agosto.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.