'As Comadres' e Pedro Paulo Rangel estão entre indicados ao prêmio Shell do Rio

Premiação de teatro reúne indicados do primeiro e, depois, do segundo semestre, para escolhas anuais

O Prêmio Shell do Rio divulgou a lista dos indicados para o primeiro semestre de 2019. Concorrem peças que estiveram em cartaz na capital fluminense.

Em dezembro, são divulgados os indicados do segundo semestre e, juntos, concorrem ao prêmio de 2019.

A premiação paga R$ 8 mil a cada vencedor.

Dramaturgia:
Pedro Kosovski por "Eu, Moby Dick"
Pedro Paulo Rangel por "O Ator e o Lobo"

Direção:
Fernando Philbert por "Todas as Coisas Maravilhosas"
Ricardo Santos por "Rinoceronte"

Ator:
Kiko Mascarenhas por "Todas as Coisas Maravilhosas"
Ricardo Kosovski por "Maracanã"

Atriz:
Analu Prestes por "As Crianças"
Claudia Ventura por "A Verdade"
Stella Freitas por "As Crianças"

Cenário:

Fernando Mello da Costa por "Maracanã"
Fernando Mello da Costa por "Solo"

Figurino:
Marina Franco por "Antes que a Definitiva Noite se Espalhe em Latinoamérica"
Tiago Ribeiro por "As Comadres"

Iluminação:
Luiz Paulo Nenen por "Kondima – Sobre Travessias"
Paulo Denizot por "Histórias Veladas"

Música:
Dai Ramos por "Os Desertos de Laíde"
Wladimir Pinheiro por "As Comadres"

Inovação:
Companhia Ensaio Aberto pela ocupação e desenvolvimento do Armazém da Utopia
Junio Santos, Luiz Antônio Rocha e Richard Riguetti pela realização de “Paulo Freire, o Andarilho da Utopia”, que dissemina a obra do renomado educador brasileiro em teatros e espaços públicos

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.