Descrição de chapéu Livros

Suspense natalino foi maior sucesso de crítica de Agatha Christie na Inglaterra

'O Natal de Poirot', 13º volume da Coleção Folha dedicada à autora, gira em torno da morte de milionário

Thales de Menezes
São Paulo

Um monte de pessoas isoladas num lugar de acesso restrito, um cadáver que ainda não esfriou e o detetive belga Hercule Poirot. 

Com esses três elementos, a autora inglesa Agatha Christie escreveu 40 de seus 80 romances de mistério.

O ator Vernon Dobtcheff em cena da adaptação de 'O Natal de Hercule Poirot' para a série televisiva 'Poirot' em 1994
O ator Vernon Dobtcheff em cena da adaptação de 'O Natal de Hercule Poirot' para a série televisiva 'Poirot' em 1994 - Divulgação

E poucos foram tão elogiados como “O Natal de Poirot”.

A primeira edição britânica informa que os volumes tiveram impressão em 1939, mas na verdade o lançamento foi antecipado e chegaram às livrarias do Reino Unido em 19 de dezembro de 1938. 

A editora Collins Crime Club quis faturar mais ao soltar um romance com esse título uma semana antes do Natal.

Volume número 13 da Coleção Folha O Melhor de Agatha Christie, que estará nas bancas no próximo domingo (18), este é o 17º livro que a escritora publicou com o personagem. Desde “Tragédia em Três Atos”, de 1934, até este “O Natal de Poirot”, foram dez romances seguidos protagonizados pelo detetive.

Embora Agatha Christie tenha atravessado períodos em que se dizia cansada do personagem, essa dezena de obras talvez tenha sido fruto de uma época em que ela estava encantada com sua criação, tendo feito ótimos enredos.

Depois da publicação, “O Natal de Poirot” conseguiu a melhor recepção por parte dos críticos que qualquer obra da escritora alcançou. Chega a ser curioso que, décadas depois, o livro foi perdendo prestígio e terminou como presença rara nas listas de grandes trabalhos da autora. Seu sucesso de vendas na Inglaterra não se repetiu em outros países.

Na trama, Poirot investiga a morte de um milionário, Simeon Lee. Ele é encontrado morto durante uma semana em que convidou toda a família para comemorar o Natal. 

Duas presenças são incômodas para os demais —Harry, o encrenqueiro que todos odeiam, e Pilar, uma neta de Simeon que ninguém conhecia.

Poirot está à vontade para seu jogo de interrogatórios, e a solução final é mesmo inesperada, o que contribuiu para a grande adoração ao livro.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.