Descrição de chapéu Televisão

Audiência do Emmy é pior da história, mas interações nas redes sociais crescem

Público do Twitter, Facebook e Instagram aumentou 11% em relação ao ano anterior

Jill Serjeant
Reuters

A audiência na televisão americana do Emmy Awards, que premia os melhores da TV, caiu para 6,9 milhões de telespectadores, o nível mais baixo de todos os tempos. Mas a premiação foi um sucesso nas mídias sociais.

De acordo com os dados da Nielsen divulgados nesta segunda (23), a audiência televisiva caiu mais de 32% em relação à cerimônia do ano passado, que à época representou uma queda recorde para 10,2 milhões de telespectadores nos Estados Unidos.

O Emmy, transmitido ao vivo pela Fox no domingo (22), concedeu suas maiores premiações ao drama de fantasia medieval e favorito dos fãs “Game of Thrones” e à peculiar comédia britânica “Fleabag”.

A cerimônia de três horas em Los Angeles teve uma competição dura com o “Sunday Night Football” na NBC, que atraiu a maior audiência no domingo, com 16,3 milhões de telespectadores.

As principais premiações vêm perdendo espaço com o público nos últimos anos, embora o Oscar de fevereiro, com apresentações de Queen e Lady Gaga, tenha resistido à tendência, aumentando em 10%, para 29,6 milhões de telespectadores nos EUA.

Ainda assim, os dados da Nielsen e da Fox mostraram que, apesar da queda nos telespectadores, a premiação foi um sucesso nas redes sociais —as interações no Twitter, Facebook e Instagram cresceram 11% em relação a 2018.

Os números de audiência de televisão da Nielsen contam apenas para quem assiste em casa, não em bares, restaurantes ou outros locais públicos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.