Descrição de chapéu Rock in Rio

Whitesnake volta ao palco do Rock in Rio depois de 34 anos

Banda de metal farofa participou da primeira edição do festival, em 1985

Ivan Finotti
Rio de Janeiro

“My Generation”, do The Who, que traz a frase “espero morrer antes de ficar velho”, começa a tocar nas caixas do palco Sunset às 21h15 do sábado (28).

É uma piada de David Coverdale, rindo de si mesmo, ao trazer o metal farofa de seu Whitesnake, marcado por laquê, lápis de olho e calças de couro

Whitesnake no palco Sunset em segundo dia do Rock in Rio
Whitesnake no palco Sunset em segundo dia do Rock in Rio - Eduardo Anizelli/Folhapress

Aos 68 anos completados na semana passada, ele pede: “Make some fucking noise, Rio” (faça um barulhão, Rio). O público responde com palmas e gritos. 

Todos estavam felizes ao ver o coroa sorridente no palco, que mal se continha por estar de volta após 34 anos. Coverdale, com metade da idade atual, e sua banda estiveram na primeira edição do festival, em 1985. 

Na terceira, entrega um de seus grandes hits, “Love Ain’t No Stranger”. Em seguida, outro sucesso: “IIs This Love” é recebida pelo público balançando os braços acima das cabeças. 

A conexão com a plateia segue com “Here I Go Again”, apesar de cair com as canções mais novas. Mas o Whitesnake termina o show com “Burn”, canção de 1974 do Deep Purple, grande clássico do heavy metal. Coverdale era o vocalista da banda na ocasião. 

O público agradece aos pulos. Coverdale parece ter 34 de novo. Ele sorri de orelha a orelha. É a sua noite.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.