Descrição de chapéu DeltaFolha

Brasil é o país mais isolado musicalmente no mundo

Hits no Spotify brasileiro dificilmente são sucesso em outros locais

Fotografia de cantores de vários lugares do mundo

Topo especial geografia da música - DeltaFolha Editoria de Imagem

Daniel Mariani Simon Ducroquet Fábio Takahashi
São Paulo

Fãs chineses e japoneses voam para Seul atrás de cirurgias plásticas, que possam deixá-los com queixos afinados, parecidos com ídolos do K-Pop, estilo musical coreano. Difícil imaginar o Brasil recebendo latinos que queiram se parecer com artistas sertanejos ou do funk.

Análise feita pela Folha na lista de sucessos musicais no mundo todo, na plataforma Spotify, mostra que canções que chegam ao topo no Brasil tendem a não aparecer como hits em outros países

Por essa métrica, os ouvintes brasileiros são os mais isolados, considerando os 51 países estudados. No restante do mundo, há uma tendência de as listas de hits serem compartilhadas entre diferentes nações.

O estudo da Folha considerou 43,4 mil músicas que entraram nas listas diárias de 200 canções dos países avaliados. A análise abrange o período entre janeiro de 2017 e junho de 2019. Conclusões semelhantes foram encontradas em levantamento com dados do Youtube.

Os hits no Brasil

É o país que menos tem sucessos em comum com outros. Em média, a lista brasileira de hits diários é 19% semelhante a dos demais 50 países analisados no Spotify; a média na amostra é de 31%.

No infográfico a seguir, quanto mais próximo o país está do Brasil, mais ele tem listas de hits parecida com a brasileira.

 

Dois exemplos são emblemáticos do isolamento brasileiro. A música “Cem Mil - Ao Vivo”, de Gusttavo Lima, passou três meses no top 10 brasileiro, incluindo quatro dias em primeiro lugar. Em outros países essa canção sequer entrou no top 200. 

Já a música “Otro Trago”, do panamenho Sech, chegou à primeira colocação em todos os 15 países que falam espanhol (incluindo América Latina e Espanha). Nunca entrou no top 200 brasileiro.

Os hits na Argentina
 

São um exemplo de como os países latinos estão próximos. Em um dia normal, compartilha em média 61% dos seus sucessos com os 14 demais países de língua espanhola --chega a 79% com o Uruguai.
 
As bolinhas vermelhas, próximas à Argentina, representam os vizinhos latinos e a Espanha. Em geral, compartilham sucessos de reggaeton.

Os hits em Portugal

Diferentemente do Brasil, em que a língua parece isolar o país, Portugal se aproxima de nações com diferentes idiomas, como Austrália, Bélgica e Romênia. A lista portuguesa de sucessos diários é ao menos 50% igual à desses lugares.

Os hits nos Estados Unidos

Compartilham mais de 75% dos seus hits com o vizinho Canadá e há muita semelhança também com Austrália, Grécia e Romênia. Seus hits, porém, estão distantes dos latino-americanos.

Agrupamento de países

A análise da Folha utilizou algoritmo que identifica grupos de países que possuem listas de sucessos parecidos entre si. O modelo indicou que países latinos que falam espanhol são próximos, incluindo a Espanha; também são próximos os asiáticos; e um grande conjunto que engloba EUA, Canadá, países da Europa e da Ásia.

 

O algoritmo também indica países com pouca semelhança com outros. O Brasil é o mais isolado, mas Itália, França e Índia também têm poucas conexões.

Língua espanhola

Os latino-americanos e a Espanha chegam a compartilhar mais de 80% dos hits diários (casos de El Salvador e Guatemala). Em média, o top 200 diário dos 14 países tem 64% de semelhança.

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente no grupo de língua espanhola

Europa e Estados Unidos

Norte-americanos, outros países de língua inglesa (como Austrália e Nova Zelândia) e europeus ficaram no mesmo grupo, incluindo Portugal.

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente no grupo Europa e Estados Unidos

Brasil

Tem uma lista de sucessos tão única que não integrou nenhum dos grupos, nem mesmo o dos vizinhos latinos. O reggaeton não pega aqui; sertanejo e funk não pegam muito lá.

 
 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente no Brasil

França

Também é um país que fica praticamente isolado (ainda que menos ilhado que o Brasil). Está descolado dos europeus porque há estilos que fazem sucesso apenas nesse país, como hip hop francês.

 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente na França

Itália

Também se descola da Europa devido a gêneros específicos, como um hip hop e um pop local, geralmente cantados em italiano.

 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente na Itália

Asiáticos

Estilo nascido na Coreia do Sul, as músicas de K-Pop e de Mandopop (pop cantado em mandarim) são o ponto de união entre países como Hong Kong, Singapura, Taiwan e Malásia.

As viagens de fãs estrangeiros para Seul para fazerem plástica e se parecerem com astros do estilo foram relatadas no livro  “The Song Machine - Inside The Hit Factory” (em tradução livre: Máquina musical - por dentro da indústria de sucessos ).

 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente no grupo asiático

Índia

Trilhas de filmes de Bollywood dominam os hits (como em antigas trilhas de novela brasileira, o nome do filme aparece no nome da música).

 
 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente na Índia

Japão

Fica separado dos demais asiáticos porque a lista de hits é dominada por estilos próprios, como pop ou rock japonês.

 
 

Hits específicos Músicas mais tocadas exclusivamente no Japão

Como o estudo foi feito

O estudo da Folha considerou 43,4 mil músicas que entraram nas listas diárias de 200 canções mais ouvidas no Spotify, nos 51 países. 

Os dados foram obtidos no site https://spotifycharts.com/regional entre os dias 01/01/2017 e 26/06/2019.

Alguns dias, para alguns países, o Spotify disponibiliza um top reduzida. Esses dias foram descartados da análise. Países que apresentavam menos de 100 dias com 200 músicas também foram descartados.

Para cada dia se calculou a similaridade de cada país com os demais verificando a porcentagem de músicas em comum no top 200.

A comparação levou em consideração a similaridade do nome da música e do artista (o código de música que a plataforma traz varia para mesma música).

A similaridade entre dois países foi calculada considerando a média dessas semelhanças diárias. 

Agrupamento de países: A partir da similaridade entre os países foi produzida uma matriz de distância entre os países. Com essa matriz se fez um agrupamento hierárquico dos países, buscando grupos que possuíam uma semelhança média entre seus membros de 35% (para tal se utilizou a função hclust na linguagem de programação R com o método "average"). 

A existência desses grupos, a partir da distância dos hits dos países, foi corroborada fazendo a mesma análise com dados do top 100 semanal do Youtube de 56 países presentes em https://charts.youtube.com.

Distância entre grupos de países: A distância entre pares de grupos de países foi calculada como a média das distâncias entre os países de um grupo com os países de outro.

Músicas exclusivas: Uma música foi considerada exclusiva de um grupo de países quando ela ocorreu no top 200 em 75% dos países deste e não apareceu nas paradas de nenhum país de fora do grupo em questão.

Colaborou Daren Braithwaite

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.