Descrição de chapéu Livros

Cinco mulheres lideram apostas para Nobel de Literatura; veja quem são

Serão anunciados dois vencedores, nesta quinta, após premiação de 2018 ter sido cancelada por escândalo

São Paulo

Na manhã desta quinta (10) será anunciado o prêmio Nobel de Literatura e cinco mulheres lideram as apostas. Anne Carson, Margaret AtwoodMaryse Condé, Olga Tokarczuk e  Lyudmila Ulitskaya são as mais cotadas ao prêmio (leia abaixo).

Neste ano, dois prêmios serão concedidos, já que a Academia Sueca, responsável pela escolha, passou por um escândalo que impediu a entrega da honraria em 2018.

A entrega foi cancelada após o fotógrafo franco-sueco Jean-Claude Arnault, que administrava uma fundação cultural que recebia fundos da Academia, ter sido acusado de estupro. Ele era casado com a poeta Katarina Frostenson, que é membro da academia.

O fotógrafo também foi acusado de vazar nomes de vencedores do Nobel de Literatura. A fundação Nobel cancelou a premiação do troféu literário em 2018 e anunciou, em março deste ano, que a premiação seria em dobro. Sendo assim, serão anunciados dois vencedores, um relativo a 2018 e outro, a 2019.

Todos os anos casas de apostas tentam prever os ganhadores e há escritores que sempre aparecem como principais das listas. O queniano Ngugi Wa Thiong’ (“Pétalas de Sangue”) é um velho conhecido e neste ano ocupa a 6ª posição. O japonês Haruki Murakami, autor de “1Q84", aparece logo em seguida.

Aos 90 anos, Milan Kundera ("A Insustentável Leveza do Ser") é o 19° colocado e mais outro que costuma estar entre os mais bem cotados. O escritor Phillip Roth, que morreu no ano passado, também era um assíduo da lista, mas nunca conquistou o prêmio. Neste ano, pela primeira vez, apenas escritoras mulheres lideram a lista. Veja a ordem e quem são:

1. Anne Carson Apesar de ser considerada uma das grandes poetas da atualidade, a canadense marcou sua estreia brasileira só em 2017 com seu livro " O Método Albertine". Ela também é uma elogiada tradutora e ensaísta.

Fotografia da escritora Anne Carson - Jeff Brown/Divulgação

2. Margaret Atwood O nome mais pop entre as primeiras colocadas, Atwood ganhou popularidade mundial após seu livro "O Conto da Aia", publicado em 1985, ter sido adaptado para a série "Handmaid's Tale". Seu último lançamento, o livro "The Testament", é a continuação do seu clássico. Ela também é finalista do Man Booker deste ano.

3. Maryse Condé   A escritora do território francês de Guadalupe, no Caribe, recebeu o prêmio da New Academy de Literatura, criado depois que o prêmio do ano passado foi cancelado. Ela escreveu cerca de 20 romances, incluindo "Segu" e "Eu, Tituba: Bruxa Negra de Salem".

Fotografia da escritora Maryse Condé em 2015 - Adrian Dennis/AFP

4. Olga Tokarczuk É uma romancista, ensaísta e roteirista polonesa, autora de “Flights”, entre outros livros. Best-seller em seu país, a autora ficou famosa mundialmente após ganhar o Man Booker Prize com "Bieguni" (vagantes).

 

5.  Lyudmila Ulitskaya  Nascida em 1973, é uma romancista russa e já foi finalista do Man Booker. Ainda não tem livros publicados no Brasil. 

Nem sempre as apostas conseguem acertar. Em 2017, a vitória o japonês Kazuo Ishiguro, autor de "Não me Abandone Jamais", foi considerada uma escolha mais tradicional após a Academia ter premiado o músico e compositor Bob Dylan no ano anterior.

Em 2015, foi a vez da jornalista bielorrussa Svetlana Aleksiévitch, que escreveu "Vozes de Tchernóbil", abocanhar o prêmio.

A Academia Sueca, fundada há 233 anos pelo rei da Suécia para proteger o idioma do país, é quem escolhe o vencedor do Nobel de Literatura. Outras organizações suecas selecionam os vencedores de outras categorias e um comitê da Noruega concede o Nobel da Paz.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.