Descrição de chapéu Rock in Rio

Irmãos Melim fazem público cantar em coro com hits 'good vibes' no Rock in Rio

Não tão 'good vibes', cantora portuguesa convidada espantou a plateia no meio do show

Júlia Barbon
Rio de Janeiro

Apesar do sucesso recente, o trio Melim fez o público cantar em coro durante quase todo o show com uma sequência de hits radiofônicos “good vibes” e covers, modalidade que fez os irmãos ficarem famosos na internet.

Com pegadas de reggae, pop e MPB, emendaram logo no começo as conhecidas “Peça Felicidade”, “Meu Abrigo” e “Gelo”, single lançado recentemente, sobre um relacionamento que acabou frio.

Show da banda Melim no palco Sunset, no último dia do festival Rock in Rio, realizado no parque olímpico, na zona oeste do Rio de Janeiro - Adriano Vizoni/Folhapress

Depois fizeram um pout pourri de canções de outros artistas que inspiraram a banda, como “Um Anjo do Céu” (Natiruts), “Is This Love” (Bob Marley), “Versos Simples” (Chimarruts) e “Vamos Fugir” (Skank).

Um dos irmãos chamou para subir no palco em seguida Carolina Deslandes, a “fada portuguesa” em suas palavras, que cantou enrolada numa bandeira do Brasil no início. Já ele usava uma bandeira portuguesa nas costas.

As suas três músicas não tão “good vibes”, porém, desanimaram o público, que começou a se dispersar do palco Sunset. “Gente, essa mulher está muito sofrida, vamos embora?”, dizia uma mulher às amigas.

Melim e Carolina Deslandes já haviam tocado juntos num pocket-show em Lisboa, em abril, como parte de uma ação do Rock in Rio para comemorar os 15 anos do festival naquela cidade artistas brasileiros e portugueses.

Foi o que aconteceu também com as bandas O Terno e Capitão Fausto, que se apresentaram lado a lado mais cedo neste domingo (6), e com os rappers Agir e Rael, que estiveram na Cidade do Rock na última quinta (3).

Mais tarde, o trio Melim voltou e recuperou a atenção do público com outro hit, “Tudo Que Eu Quero”. E pediu respeito às diferenças e às mulheres.

“Levantem as mãos. Que se manifeste todo mundo que é contra o preconceito, que acha que todo mundo é livre para amar a quem quiser e quem defende direitos iguais para homens e mulheres”, disse Diogo Melim.

O trio de Niterói (região metropolitana do Rio) hoje, curiosamente, mora junto em frente ao Parque Olímpico, onde ocorre o festival. “Já vivemos tantas coisas boas na carreira, mas nada como isso aqui”, disseram os irmãos.

Saíram do palco depois de fazer todos se abraçarem cantando “Ouvi Dizer”. 

Ainda se apresentam nesta última noite de Rock in Rio as bandas Paralamas do Sucesso, Nickelback, Imagine Dragons e Muse.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.