Bolsonaro diz estar com saudade de Regina Duarte e brinca que encontro será escondido de Michelle

Presidente convidou a atriz para comandar a Secretaria Especial da Cultura em seu governo

Brasília

Um dia depois de se reunir com a atriz Regina Duarte no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro afirmou já estar com saudades e evitou dizer para jornalistas o horário e local do próximo encontro dos dois. 

Convidada para assumir a Secretaria Especial da Cultura, a atriz virá a Brasília nesta quarta-feira (22) para conhecer o funcionamento do órgão. Os detalhes da agenda ainda não foram divulgados. 

"Eu já estou com saudade dela.... [o encontro] não sei [quando], tem que ser escondido da primeira-dama", brincou ao entrar no Palácio da Alvorada na noite desta terça-feira (21). 

 

Depois de fazer a afirmação, o presidente fez um gesto imitando uma anotação em um bloco e disse: "Vai escrever lá amanhã, quer ver?".

Regina Duarte durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro
Regina Duarte durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/Facebook

Ao falar com apoiadores na entrada da residência oficial da Presidência, Bolsonaro comentou rapidamente o convite feito a Regina Duarte para assumir a Secretaria Especial da Cultura: "A namoradinha do Brasil. Amanhã ela vai estar aqui".

A atriz foi convidada na última sexta (17) para o posto, após a demissão de Roberto Alvim, que publicou um vídeo nas redes sociais parafraseando Joseph Goebbels, ministro de Propaganda da Alemanha nazista.

Bolsonaro e Regina tiveram uma primeira conversa na segunda (20), no Rio, da qual ela saiu dizendo estar "noivando".

Oficialmente, a atriz não aceitou o convite para assumir a pasta, mas afirmou que virá a Brasília nesta quarta para fazer testes.

O governo estuda fazer nova modificação na Secretaria de Cultura e transferi-la do Ministério do Turismo para a Presidência da República. Inicialmente, o órgão era vinculado ao Ministério da Cidadania, chefiado por Osmar Terra.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.