Descrição de chapéu
Cinema

'Jumanji: Próxima Fase' é filme 'montanha-russa', com ação o tempo todo

Estreia é continuação do longa de 2017 e não tem ligação direta com o primeiro da série, estrelado por Robin Williams

JUMANJI: PRÓXIMA FASE

  • Quando Estreia nesta quinta (16)
  • Elenco Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart, Karen Gillan
  • Produção EUA, 2019
  • Direção Jake Kasdan

Seria ótimo se todas as franquias do cinema americano fossem como "Jumanji". Porque o segundo filme consegue preservar o que o anterior tinha de engraçado e inventivo, colocando novamente os quatro adolescentes dentro de um obsoleto videogame de aventura, sem causar nenhuma sensação de repetição na plateia.

"Jumanji: Próxima Fase" é continuação de "Jumanji: Bem-vindo à Selva", de 2017, e esses dois filmes não têm ligação direta com "Jumanji", de 1995, estrelado por Robin Williams, a não ser terem sido inspirados pelo livro juvenil "Jumanji", que o americano Chris van Allsburg publicou em 1982.

No filme com Williams, os personagens do livro saíam para o mundo real. Na franquia atual, os personagens é que entram dentro do game baseado no livro. E a acertada escolha dos atores é uma das razões de seu sucesso.

Os adolescentes são Spencer, nerd confesso, Fridge, grandalhão do time de basquete, Martha, tímida e deslocada na escola, e Bettany, a garota mais popular da turma. Levados de modo mágico ao interior do game, cada um assume um avatar que tem muito pouco a ver com suas reais personalidades.

Spencer incorpora o fortão Dr. Bravestone, vivido pelo gigantesco Dwayne Johnson, o nome quente do gênero filme-porrada na última década. Martha assume o corpo de Rose, heroína bonitona na linha de Lara Croft, num papel para a ruiva Karen Gillan, de "Dr. Who" e "Guardiões da Galáxia".

A outra parte do quarteto tem origens na comédia. O bem conhecido Jack Black interpreta Sheldon Oberon, um especialista em cartografia. E Kevin Hart faz o papel do zoólogo "Mouse" Finbar.

Parece óbvio a todos, mesmo sem ver nem sequer o trailer, que eles vão retornar para dentro do jogo, como no primeiro filme, com uma missão a cumprir. Mas "Jumanji: Próxima Fase" tem um arsenal de ideias inteligentes para dar novo fôlego à trama.

Um ano depois do dia em que passou horas dentro de um game com os amigos, Spencer está deprimido por não estar mais namorando Martha. E resolve entrar novamente no game. Quando os amigos descobrem o que aconteceu, decidem ir atrás dele. Mas o resgate começa a ter problemas logo na transposição fantástica para o mundo de Jumanji.

Por acidente, mais duas pessoas são sugadas pelo videogame: Eddie, o avô de Spencer, e seu antigo sócio num restaurante, Milo. Interpretados pelos decanos Danny DeVito e Danny Glover, os velhinhos vão custar a entender que estão dentro de um videogame, e é dessa dificuldade que algumas das melhores piadas vão surgir.

A grande sacada dessa continuação é que tudo sai muito diferente do que os jovens imaginavam em sua segunda viagem. Com exceção de Martha, que novamente cai no corpo de Rose, "a curvilínea matadora de homens", os outros trocam de personagens. O Dr. Bravestone, que é para ser o mais forte do time, recebe a mente do avô de Spencer, que não sabe o que fazer com tanta força assim.

O jogo mudou completamente. Boa parte se passa num deserto inóspito, as situações de perigo são muito mais intensas e precisam de soluções mais mirabolantes, e o vilão da vez, Jurgen, "o Brutal", realmente merece o apelido.

Nos anos 1970 e 1980, uma produção desse tipo era chamada em Hollywood de "rollercoaster movie", um filme montanha-russa. Porque a ação nunca descansa. E "Jumanji: Próxima Fase" cumpre essa proposta com muita inteligência e humor. Uma senhora matinê.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.