Cancelado por coronavírus, SXSW vai exibir filmes e deve dar prêmios pela internet

Um dos filmes afetados foi o brasileiro 'Medida Provisória', dirigido por Lázaro Ramos

São Paulo | UOL

O festival SXSW, um dos eventos cancelados por causa do coronavírus, vai exibir os filmes inscritos em sua competição principal e mostras paralelas através de um serviço de streaming —e até distribuir prêmios para os melhores. A informação é do The Wrap.

A plataforma de streaming Shift72 vai ser responsável pela distribuição dos longas, num esquema em que a equipe criativa de cada título poderá escolher para quem e por quanto tempo suas produções ficarão disponíveis.

"Nós sabemos que nada disso pode substituir a emoção da plateia ao vivo no SXSW, mas pelo menos é uma forma de chamar a atenção para estes filmes maravilhosos", comentou a diretora do evento, Janet Pierson.

Caso as equipes da maioria dos filmes inscritos na competição escolham disponibilizar as obras pelo streaming, e a maior parte dos membros do júri se disponham a assistir aos títulos, prêmios poderão ser distribuídos para os melhores da edição de 2020 do SXSW.

Além disso, os longas exibidos no "festival improvisado" ainda poderão concorrer a prêmios do ano que vem, como o Independent Spirit Awards e o Oscar de melhor curta-metragem —categoria que não exige que os competidores estreiem em cinemas comerciais, apenas em festivais.

Um dos filmes afetados pelo cancelamento do SXSW foi o brasileiro "Medida Provisória", dirigido por Lázaro Ramos. Na ocasião, o ator e cineasta postou um vídeo no Instagram lamentando o ocorrido.

O novo anúncio traz alívio apenas para uma parte dos artistas envolvidos no SXSW, já que o festival é um evento multimídia, que incluiria também apresentações musicais e palestras sobre diversos temas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.