Descrição de chapéu Moda

Choque de estilos da Louis Vuitton encerra Semana de Moda de Paris

'Roupas funcionais podem ser roupas cerimoniais e vice-versa', disse o estilista Nicolas Ghesquiere

Laetitia Volga
Washington | Reuters

Louis Vuitton encerrou a Semana de Moda de Paris nesta terça-feira (3) com uma mistura de looks retrô-chiques, esportivos e futuristas, com uma trilha sonora barroca cantada por um coral fantasiado.

Na escuridão, o público sussurrou quando a cortina subiu para revelar um cenário com centenas de cantores vestidos em trajes de época do século 15 aos anos 1950.

As primeiras modelos desfilaram pela passarela em anáguas e jaquetas volumosas multicoloridas, em uma coleção que o estilista Nicolas Ghesquiere chamou de “Colisões de Tempo”.

Modelos desfilam com criações da Louis Vuitton na semana de moda de Paris, em 2020
Modelos desfilam com criações da Louis Vuitton na semana de moda de Paris, em 2020 - Anne Christine Poujoulat/AFP

Diante de uma plateia que incluía as atrizes Léa Seydoux, Alicia Vikander e Florence Pugh, as modelos também usaram roupas inspiradas no esporte, com jaquetas, macacão mecânico e boleros de toureiro bordados.

“Esta coleção é a anti-look-total”, disse Ghesquiere. “Roupas funcionais podem ser roupas cerimoniais e vice-versa. Quero que seja aberta, enérgica e espontânea.”

A Louis Vuitton, carro-chefe do maior grupo de luxo do mundo, encerrou a Semana de Moda de Paris​. Esta temporada de desfiles foi impactada pelo surto de coronavírus, com alguns cancelamentos, enquanto em Milão Giorgio Armani fez sua apresentação a portas fechadas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.