Descrição de chapéu Cinema

Diretor iraniano recebe ordem de prisão dois dias após ganhar Urso de Ouro

Rasoulof é considerado um dos maiores cineastas do país, mas nenhum de seus filmes foi exibido

São Paulo | UOL

O diretor de cinema Mohammad Rasoulof recebeu uma convocação para cumprir pena no Irã, segundo a revista Variety. O cineasta recebeu um texto informando-o da ordem de prisão dois dias depois de ganhar o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim por "There Is No Evil". O motivo do governo iraniano ainda não foi informado.

O governo não permitiu que Rasoulof, comparecesse à cerimônia. A filha do diretor, Baran Rasoulof, que estrela "There Is No Evil", recebeu o prêmio em nome do pai.

Atriz iraniana Baran Rasoulof mostra, no celular, o pai Mohammad Rasoulof, que não pôde comparecer à premiação do Festival de Berlim 2020
Atriz iraniana Baran Rasoulof mostra, no celular, o pai Mohammad Rasoulof, que não pôde comparecer à premiação do Festival de Berlim 2020 - John Macdougall/AFP

Rasoulof é considerado um dos maiores diretores iranianos da atualidade, entretanto, nenhum de seus filmes foi exibido no país. Em 2011, ele ganhou o Cannes de melhor diretor pelo filme "Goodbye" (2011), mas foi condenado a 20 anos de prisão por "propaganda anti-regime". Nessa ocasião, as autoridades do país voltaram atrás e ele não foi preso.

Antes do Festival de Berlim, o diretor disse em entrevista à revista que "ainda está esperando por outro texto" para saber em até que ponto essa sentença será executada. Rasoulof pretende entrar com recurso contra a decisão.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.