Descrição de chapéu Livros Flip

Nova voz da literatura nigeriana, Chigozie Obioma é confirmado na Flip

Autor que mistura questões atuais a mitos de seu país já foi finalista do Man Booker Prize duas vezes

O autor nigeriano Chigozie Obioma
O autor nigeriano Chigozie Obioma - Reprodução
São Paulo

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) anunciou, na manhã desta segunda-feira (9), a presença do escritor nigeriano Chigozie Obioma em sua programação deste ano. Nova voz da literatura de seu país, ele já foi finalista do Man Booker Prize duas vezes —uma em 2015, com "Os Pescadores", e outra no ano passado, com "Uma Orquestra de Minorias".

O livro mais recente é narrado por um espírito ancestral e segue a tradição literária do povo igbo, que ocupa as regiões central e sudeste da Nigéria. A obra conta a história de um jovem que se apaixona por uma garota rica e tenta ir além de sua origem rural se mudando para o Chipre, onde quer fazer faculdade. Ambas os títulos foram editados no Brasil pela Globo Livros.

A curadora da Flip deste ano, Fernanda Diamant, afirma em nota que o autor "é um criador de histórias familiares delicadamente íntimas, muitas vezes tragicômicas, de apelo universal, que revelam também a cultura e a espiritualidade da Nigéria através das escolhas narrativas e de sua enorme capacidade imagética”.

Obioma vive nos Estados Unidos, onde trabalha como professor de literatura e escrita criativa na Universidade de Nebraska-Lincoln. Antes de ir para o país, viveu no Chipre e na Turquia. Ele faz parte de um movimento global de sucesso de autores de origem nigeriana, que inclui ainda nomes como  Chimamanda Ngozi Adichie e Teju Cole. Sua obra mistura temas atuais aos mitos nigerianos.

A Flip deste ano acontece de 29 de julho a 2 de agosto e tem a poeta Elizabeth Bishop como autora homenageada.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.