Descrição de chapéu Escuta Aqui

Podcasts ajudam a manter a positividade durante o isolamento

Seja ao tratar de finanças ou ensinar o básico sobre a cumbia, programas unem entretenimento e conhecimento

São Paulo

Quando saem do isolamento, as personagens de “Ensaio Sobre a Cegueira”, livro de José Saramago, são o retrato da desolação.

O romance tem sido citado com frequência desde o início da pandemia do novo coronavírus. No entanto, por mais que o nosso cenário às vezes lembre a ficção de Saramago, especialistas reforçam a importância de manter a mente não apenas ocupada, mas positiva em relação ao futuro. E podcasts são ótimos aliados nisso.

Se a ideia é sair das cavernas individuais melhor do que “o médico” e “a rapariga dos óculos escuros” saíram no romance de Saramago, programas que unem entretenimento e conhecimento são úteis.

Em vez de abraçar a desgraça do livro, veja abaixo podcasts para mudar a história —ou, em outras palavras, trocar Saramago por Rocky Balboa.

Poupecast

As manchetes estão aí: queda na projeção do PIB, bolsas desvairadas, dólar mais caro que álcool em gel. Não precisa ser letrado em economia ou um feroz investidor para imaginar que, finda a quarentena, lidar com dinheiro não será fácil. Pois a jornalista Nathalia Arcuri mostra que para tudo há um jeito. Os mais de 50 episódios abordam temas que vão do empreendedorismo e investimentos à maior especialidade de Arcuri, a solução de dívidas. E quem não vai ter dívidas quando o isolamento acabar?

Em mepoupenaweb.uol.com.br 
e em plataformas como Spotify, 
Apple e Google Podcasts


Escriba Café

O episódio mais recente conta a história da astrologia. Céticos questionarão a serventia do assunto no mundo pós-apocalíptico, mas é importante lembrar que conhecimento pode valer mais do que muita moeda, especialmente se as moedas tiverem sido extintas. Um dos podcasts mais bem produzidos do Brasil, o Escriba Café explica temas como a Segunda Guerra e a democracia, faz um resumo do espiritismo e conta quem foi Leonardo da Vinci, por exemplo. A linguagem é formal, mas bastante cativante.

Em escribacafe.com e em plataformas como Spotify, Deezer, Apple e Google


Como Começar

Períodos ociosos são famosos pela oportunidade de crescimento que oferecem —neles, dá para começar (e às vezes até terminar) qualquer projeto. No podcast Como Começar, produzido pelo Nexo, profissionais do site mergulham em temas ao lado de convidados para mostrar o caminho das pedras. Em mais de 30 episódios, com média de 30 minutos de duração cada um, dá para aprender a fazer coisas como ver Glauber Rocha ou Pedro Almodóvar, 
ouvir John Coltrane e cumbia ou ler Hilda Hilst, Virginia Woolf e Philip K. Dick.

Em nexojornal.com.br e em plataformas como Spotify, Deezer, SoundC loud, Apple e Google Podcasts


Foro de Teresina

Na era das fake news, um treinamento eficaz também compreende escolher fontes confiáveis de informação. Uma das opções é este podcast da revista Piauí. Fernando de Barros e Silva conversa sempre com José Roberto de Toledo e a repórter Malu Gaspar (que, em afastamento temporário, tem sido substituída por Thaís Bilenky). Mesmo no formato de mesa redonda, que em outros podcasts acaba transformando tudo em uma bagunça, o programa consegue soar organizado, informativo e opinativo na medida, além de extremamente bem-humorado.

Em piaui.folha.uol.com.br e em plataformas como Spotify, Deezer, SoundCloud e também no YouTube


Bom Dia, Obvious

À parte o Rocky Balboa da introdução, é etapa da construção de qualquer vencedor uma dose de inteligência emocional. Há quase um ano no ar, este podcast debate temas como autoestima na era do Instagram, relações saudáveis, fidelidade e intuição. Um dos melhores episódios reúne Marcela Ceribelli e sua mãe, a jornalista Renata Ceribelli, para falar sobre medo e coragem —algo útil em tempos de pânico e loucura generalizados.

Em plataformas como Spotify, Apple 
e Google Podcasts

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.