Descrição de chapéu Coronavírus

Saiba tudo que já foi cancelado na cultura por causa do coronavírus

Lollapalooza, Coachella e Broadway foram prejudicados devido à pandemia

São Paulo

A pandemia do novo coronavírus tem causado uma série de cancelamentos e suspensões de shows, festivais, peças e exposições ao redor do mundo.

Confira abaixo os principais casos de artistas, museus e produtoras que cancelaram estreias, adiaram datas de eventos ou restringiram acesso a espaços culturais por causa da doença.

Virada Cultural

A tradicional Virada Cultural de São Paulo, série de eventos artísticos que acontece anualmente em um período de 24 horas, aconteceria em maio, mas ocorreu virtualmente entre os dias 21 e 27 de agosto.

Sesc

O Sesc de São Paulo determinou o fechamento de todas as unidades. Toda a programação presencial das unidades, que contam com atividades de todas as áreas, ficou suspensa por cinco meses.

A reabertura das unidades paulistas ocorreu em 10 de agosto.


Música

Metallica na América do Sul
A turnê sul-americana do Metallica foi transferida de abril para dezembro. A banda americana de heavy metal informou a decisão em seu site oficial. "Infelizmente, nesses tempos surreais, temos que ficar longe uns dos outros por tempo indeterminado, antes que possamos começar a pensar nas reuniões da família Metallica ao redor do mundo", diz o quarteto em comunicado.

A banda Greta Van Fleet continua confirmada como atração de abertura, mas o Metallica ainda não informou as novas datas e locais dos shows no continente. No Brasil, a banda tinha shows marcados em Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Coachella

O Coachella, um dos maiores festivais de música do mundo, foi adiado. O evento seria realizado na Califórnia, nos Estados Unidos, entre os dias 10 e 19 de abril. Agora, deve ocorrer entre 9 e 18 de abril de 2021.

As cantoras brasileiras Anitta e Pablo Vittar integram a programação das apresentações, ao lado de Frank Ocean, Travis Scott, Rage Against the Machine e Lana Del Rey.

Sonata Arctica
A banda finlandesa Sonata Arctica reagendou sua turnê pela América Latina, que aconteceria em abril, para setembro de 2021. Os ingressos já comprados para ver a banda de heavy metal podem ser aproveitados nas novas datas.

Casa Natura Musical
A casa de shows paulistana suspendeu sua programaçãopor tempo indeterminado, que incluía shows de nomes como Cynthia Luz, Diogo Nogueira, Luísa e os Alquimistas, Jards Macalé e Heavy Baile, entre outros. Os ingressos já comprados poderão ser utilizados quando as apresentações forem remarcadas —ainda não informações sobre as novas datas.

Glastonbury

O festival, que completa 50 anos em 2020, foi cancelado devido ao coronavírus. Entre as atrações principais do evento que ocorre próximo a Bristol, no Reino Unido, estavam Taylor Swift, Paul McCartney e Kendrick Lamar.

Lollapalooza

O Lollapalooza, festival musical que ocorre anualmente em diferentes países do mundo, foi afetado pelo novo coronavírus. A edição brasileira do festival Lollapalooza foi oficialmente adiada em 13 de março.

No Brasil, a edição do evento ocorre historicamente no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A próxima edição será nos dias 10, 11 e 12 de setembro de 2021.

Alok

O DJ brasileiro Alok cancelou duas turnês que seriam realizadas em abril, na China, e na próxima semana, nos Estados Unidos.

"O artista ressalta sua prioridade e preocupação com a saúde do seu público, equipe e colaboradores, o que é de extrema responsabilidade em sua carreira. E reafirma que, neste período, irá se dedicar às suas produções musicais", informa a nota do músico.

Lenine

O Teatro Opus informou que o show do cantor Lenine, que aconteceria dias 27 e 28 de março, será adiado para 26 e 27 de fevereiro de 2021. Os ingressos adquiridos continuam válidos para as novas datas.

Zeca Pagodinho

O cantor anunciou nas suas redes sociais que os shows de sua "Turnê Mais Feliz" serão reagendados. As datas dos novos shows estão sendo divulgadas individualmente.

Shows internacionais

O cantor americano Bob Dylan cancelou shows no Japão, que aconteceriam em abril em Tóquio e Osaka, conforme informou a organização da turnê. Já o grupo Maroon 5 cancelou os dois últimos shows da turnê da banda americana na América Latina. Os eventos aconteceriam na Argentina e na Colômbia.

Faltando só quatro dias para começar uma turnê no Reino Unido, a banda de rock The Who também cancelou os shows no local. Já a banda Green Day adiou uma turnê na Ásia que tinha início marcado para 8 de março. “Guardem seus ingressos. Nós anunciaremos as novas datas muito em breve”, escreveram os integrantes no Instagram. A turnê foi remarcada para março de 2021.

E os sul-coreanos de k-pop BTS anunciaram em fevereiro que manteria sua agenda de shows, mas que eles seriam apresentados sem plateia e transmitidos online ao vivo. Pouco tempo depois, contudo, afirmaram que não fariam mais as apresentações e que não era possível saber se haveriam novas datas.

Bandas internacionais no Brasil

O show dos Backstreet Boys em São Paulo foi cancelado. “Estamos muito frustrados porque tivemos uma excelente turnê na América do Sul”, afirmaram os integrantes. A organização do evento afirma que os fãs que compraram ingressos deverão mantê-los em mãos, pois serão válidos para uma nova data.

Já o McFly adiou sua turnê pelo Brasil para junho de 2021. A banda inglesa de pop rock tinha sete shows marcados no país entre os meses de março e abril.

O Renaissance e o Curved Air, duas das bandas britânicas mais populares e longevas do rock progressivo, tiveram seus shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte de março de 2020 adiados. Eles virão agora em março de 2021.

O grupo americano de hip-hop Wu-Tang Clan adiou seu show no país, mas a nova data ainda não foi anunciada.

Com data prevista para iniciar em 18 de março, a série de shows da banda britânica Dire Straits Legacy foi adiada para abril de 2021.

A abertura de vendas para os shows da banda pop Pussycat Dolls no Brasil nem chegou a ocorrer, e foi adiada. As datas de apresentação foram transferidas para junho de 2021.

South by Southwest

O festival de cultura, música e cinema, que aconteceria entre os dias 13 e 22 de março, também foi cancelado. A próxima edição ocorrerá online em 2021.

O evento vai exibir os filmes inscritos em sua competição principal e mostras paralelas através de um serviço de streaming.

Festival Música em Trancoso

Programado para acontecer entre 14 a 21 de março em Trancoso, na Bahia, o festival de música clássica foi cancelado em 12 de março.

Espaço das Américas

Shows e festivais previstos para março e abril no local foram adiados, seguindo orientação da OMS. Os festivais e artistas com apresentações adiadas eram: Zeca Pagodinho, Racionais, Chitãozinho & Xororó, Jorge & Matheus, Ivete Sangalo, Wesley Safadão, Alexandre Pires, Il Divo, Renaissance e Curved Air, Popload Gig e Reggae Live Station (com The Wailers, Chimarruts e Mato Seco).

JazzNosFundos

A casa suspendeu sua agenda de shows. Sem especificar datas, a organização disse, em nota, "num futuro breve, retomarmos a programação de shows".


Teatro

Broadway, Metropolitan, Carnegie Hall

Em 13 de março, o estado americano de Nova York passou a proibir reuniões de mais de 500 pessoas. A decisão impacta diretamente os espetáculos e os teatros da Broadway, que foram suspensos. Além dos musicais, o Carnegie Hall, uma das principais casa de show de Nova York, também suspendeu apresentações.

Festival de Curitiba

O tradicional festival de teatro, que ocorre todo ano em Curitiba, foi reagendado para ocorrer online em setembro. O início da edição de 2020 estava previsto para 24 de março.

Teatros municipais

Todos os equipamentos municipais foram fechados por determinação da prefeitura. Entre eles, estão oito salas: Alfredo Mesquita, Arthur Azevedo, Cacilda Becker, Décio de Almeida Prado, Parque Flávio Imprério, João Caetano, Leopoldo Fróes e Paulo Eiró —além de, é claro, o Theatro Municipal.

Teatro Alfa

Estão cancelados, por tempo indeterminado, as sessões dos espetáculos da temporada "Alfa Criança" que estavam em cartaz no Teatro Alfa​.

Teatro Vivo

O Teatro Vivo suspendeu sua programação, adiando o projeto Toda Quinta, que apresentaria shows de Renato Borghetti, Yamandu Costa e Trio Corrente.

Teatro Renaissance

Com espetáculos como "Mãos Limpas" até então em cartaz, o Teatro Renaissance suspendeu suas atividades por tempo indetermindado.

MITsp

"Sopro", espetáculo de Tiago Rodrigues e destaque da Mostra Internacional de Teatro de São Paulo (MITsp) teve as apresentações canceladas. Isso porque a Fiesp suspendeu as atividades do Centro Cultural Fiesp (que fica no térreo). Logo depois do anúncio, todas as apresentações, com exceção de "Farm Fatale", foram suspensas.

Prêmio Shell

A cerimônia do 32ª Prêmio Shell de Teatro no Rio de Janeiro, marcada para 17 de março no Copacabana Palace, foi cancelada por causa da pandemia de coronavírus, informou a organização.

Theatro Municipal

Segundo nota publicada nas redes sociais, "o período exato do fechamento será decidido na próxima semana de acordo com orientação da Secretaria Municipal de Saúde". Todas as atividades previstas estão canceladas provisoriamente. As atividades da Praça das Artes também estão suspensas.

Cirque du Soleil

O Cirque du Soleil Entertainment Group dispensou quase todos seus artistas, já que o distanciamento social provocado pela pandemia de coronavírus obrigou a empresa circense sediada em Montréal a cancelar apresentações.


Cinema

Blockbusters

Os grandes lançamentos de Hollywood tiveram datas alteradas. O primeiro a ter sua estreia adiada foi o novo "007", "Sem Tempo para Morrer", que ficou só para novembro. Em seguida, foi a vez de "Pedro Coelho 2: O Fugitivo", "Um Lugar Silencioso: Parte 2", "Trolls 2" e "Velozes e Furiosos 9", que agora só entrará em cartaz em 2021. A Disney relutou, mas enfim anunciou que remarcaria as estreias mundiais de "Mulan", "Os Novos Mutantes" e "Espíritos Obscuros". Há ainda "Espiral: O Legado de Jogos Mortais", que chegaria em maio aos cinemas americanos. A maioria desses títulos segue sem previsão de estreia.

O filme austríaco "O Chão Sob Meus Pés", o francês "Tel Aviv em Chamas" e o longa "Honeyland", que concorreu ao Oscar 2020 de melhor documentário, tinham anteriormente estreias previstas para 19 de março no Brasil, mas todas foram adiadas.

Estreias nacionais

Os longa-metragens "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou Meus Pais", de Mauricio Eça, que contam o caso do assassinato dos pais de Suzane von Richthofen, tiveram a estreia, prevista para o dia 19 de março, canceladas. Ainda não se sabe a nova data de lançamento.

Os dois filmes, que estão entre os mais aguardados do ano do cinema brasileiro, retratam as duas versões do caso Richthofen. Uma retrata a perspectiva de Suzane; a outra, a de seu ex-namorado, Daniel Cravinhos.

O filme "Três Verões", com Regina Casé, também foi adiado. A previsão de estreia era 19 de março. Ainda não há uma nova data.

A comédia nacional "No Gogó do Paulinho", que anteriormente tinha estreia prevista para 16 de abril, também foi adiada. Ainda sem nova data confirmada, os responsáveis pelo filme afirmaram que "tanto a Downtown Filmes, quanto a Camisa Listrada entendem que a alegria do personagem Paulinho Gogó não combina com o atual momento que é de alerta".

Os filmes "De Perto Ela Não É Normal" e “Aos Olhos de Ernesto” estavam com o lançamento previsto para 2 de abril, mas ambos foram adiados. O documentário"Babenco — Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” também receberá uma nova data de estreia.

Festival É Tudo Verdade

As comemorações de 25 anos do É Tudo Verdade, principal festival de documentários do país, terão que ser parcialmente adiadas. O evento iniciaria no dia 26 de março, em São Paulo, e em 31 de março, no Rio de Janeiro. Mas foi remarcado para ocorrer online entre 23 de setembro a 5 de outubro.

Salas de cinema

Em marcço, as principais redes de cinema do Brasil, Cinemark, UCI, Cinépolis, Kinoplex e Cinesystem comunicaram a suspensão de suas operações por tempo indeterminado, após recomendação de autoridades estaduais e municipais.

CinemaCon

O evento anual CinemaCon, que reúne diferentes profissionais da indústria do cinema, foi cancelado. A convenção aconteceria entre os dias 30 de março e 2 de abril em Las Vegas. Em nota oficial, o presidente da Associação Nacional dos Proprietários de Cinemas, John Fithian, justificou que uma parcela significativa de pessoas não poderiam participar da edição.

Mostra Tiradentes | SP

O braço paulista do festival de cinema, que aconteceria de 26 de março a 1º de abril no Cinesesc, foi adiado para ocorrer entre 22 e 30 de janeiro de 2021.


Literatura

Biblioteca Nacional

A Biblioteca Nacional, localizada em São Paulo, suspendeu suas atividades em 17 de março.

Filpoços

O Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Filpoços) deste ano aconteceria entre os dias 25 de abril e 3 de maio, mas foi adiada para ocorrer online entre os dias 11 e 15 de novembro.

Primavera Literária Brasileira

A Primavera Literária Brasileira cancelou a programação deste ano nos Estados Unidos. O evento, que ocorreria em abril, é conhecido por reunir escritores brasileiros e pessoas estrangeiras que lecionam ou estudam a língua portuguesa.

Seminário Internacional Arte, Palavra e Leitura – Por uma Educação Transformadora

A terceira edição do evento "Seminário Internacional Arte, Palavra e Leitura – Por uma Educação Transformadora", que ocorreria no Sesc Pinheiros, em São Paulo, entre os dias os dias 17 a 19 de março, foi adiado. Ainda não há novas datas para o evento.

Companhia das Letras

A editora adiou todos os lançamentos previstos para abril. Entre os destaques estavam "Poesia Completa", de Cacaso, "Para o meu Coração num Domingo", de Wislawa Szymborska, e "A Vida Submarina", de Ana Martins Marques.

Casas Literárias de São Paulo

A Casa das Rosas, a Casa Guilherme de Almeida e a Casa Mário de Andrade, que compõem a rede de museus-casas literários de São Paulo, anunciaram seus fechamentos por tempo indeterminado. A suspensão atinge também as Oficinas Culturais e as Fábricas de Cultura.

Feira do Livro de Londres

A Feira do Livro de Londres, na Inglaterra, um dos maiores eventos literários do mundo, foi adiada para 2021. Previsto inicialmente para ocorrer entre os dias 10 a 12 de março, o evento já vinha sofrendo com as crescentes desistências de presença devido as restrições de viagem causadas pela pandemia.

Feira de Livro de Bogotá

A Ferira de Livro de Bogotá foi adiada, informou o presidente executivo da Câmara Colombiana do Livro, Enrique González.

Segundo González, a organização do evento estava tendo muitos problemas com convidados cancelando a presença devido ao coronavírus. "Para nós, a saúde e a vida dos colombianos são muito mais importantes. Todos nós temos que ajudar um ao outro", afirmou ele ao jornal El Espectador.

Feira do Livro de Madrid

A 79ª edição da Ferira de Livro de Madrid, na Espanha, aconteceria entre os dias 31 de maio e 16 de junho foi cancelada. Em nota, a organização afirmou que está seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e que lamenta o ocorrido.

A Feira do Livro Infantil de Bolonha

A Feira do Livro Infantil de Bolonha, na Itália, que aconteceria entre os dias 30 de março e 2 de abril, foi, primeiramente adiada para maio, mas 11 de março anunciaram cancelamento do evento.


Moda

Met Gala

O Met Gala, baile de gala do Metropolitan Museum de Nova York, que seria realizado em 4 de maio, foi adiado. A editora-chefe da Vogue, Ana Wintour, publicou o anúncio em 17 de março.

Televisão

Talk shows e seriados americanos

A série “The Morning Show”, da Apple suspendeu sua produção por duas semanas. “Riverdale” também cessou após um funcionário ter tido contato com uma pessoa infectada, segundo a Hollywood Reporter.

Bafta TV

A maior premiação da televisão britânica será adiada. A cerimônia aconteceria no dia 17 de maio, e o anúncio dos indicados seria no dia 26 de abril. O evento ocorrreu online em 31 de julho.

Multishow

O canal pago anunciou o adiamento de uma série de atrações. As estreias do Música Boa ao Vivo e do TVZ foram adiadas para junho. A grade contará com reprises de programas como “Tô de Graça”, “Vai Que Cola” e “Lady Night”.

The Walking Dead

O episódio final da décima temporada da série, que seria especial, teve sua exibição adiada, pois não foi possível que se cumprissem as demandas de pós-produção. A temporada terminará no dia 5 de abril. Os outros oito episódios da temporada estarão disponíveis de graça no site da AMC.


Artes plásticas

Art Basel

Uma das maiores feiras de arte do planeta, a Art Basel, realizada anualmente na Basileia, Suíça, em junho, foi acancelada. Marcada para março, sua edição em Hong Kong foi cancelada e migrou para uma plataforma virtual.

Espaços culturais públicos em SP

Em 13 de março, a prefeitura determinou o fechamento de todos os equipamentos culturais vinculados à sua administração —é o caso do Centro Cultural São Paulo (CCSP), do Museu da Cidade de São Paulo, do Centro de Referência de Dança e dos centros culturais dos bairros.

Depois, foi a vez dos centros culturais, bibliotecas e museus vinculados ao governo do estado de São Paulo fecharem por 30 dias por determinação do governador João Doria (PSDB) —uma lista que engloba, entre outros, a Pinacoteca, o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o MIS Experience.

Doria também recomendou aos espaços privados que fizessem o mesmo, causando um verdadeiro apagão na programação de artes plásticas da cidade.

Bienal do Mercosul

A Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul suspendeu suas atividades na produção da Bienal 12 por quatro semanas e a prorrogação por tempo indeterminado da abertura física das exposições, que estava prevista para o dia 16 de abril de 2020.

Centro Cultural Banco do Brasil

O centro cultural decidiu suspender suas atividades em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília a partir de 14 de março, por conta do coronavírus. O prédio ficará fechado. O CCBB de Belo Horizonte cessou as atividades no dia 16, encerrando antes do planejado a temporada da peça "Eu de Você", com Denise Fraga.

A exposição "Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade", que já teve 150 mil visitantes, é uma das principais atrações do centro cultural paulistano atualmente.

"Para os visitantes que emitiram ingressos para a programação em cartaz - exposição, cinema e visitas educativas, faremos o possível para remarcar assim que retomarmos o funcionamento normal", segue a nota.

A filial do Rio de Janeiro do Centro Cultural Banco do Brasil anunciou em suas redes sociais a suspensão das atividades. Segundo o órgão, serão fechadas todas as áreas do prédio, teatro, cinema, livraria e restaurante.

Estão em cartaz neste momento no centro, entre outros, uma exposição de Ivan Serpa, uma mostra de cinema dos irmãos Lumière e uma peça baseada em "A Hora da Estrela", de Clarice Lispector, com Laila Garin.

Casa Museu Ema Klabin

A instituição no Jardim Europa, em São Paulo, informou em comunicado divulgado em 13 de março que suas atividades estavam interrompidas por tempo indeterminado.

Centro Cultural Oi Futuro

O Oi Futuro informou em nota que, suspendeu temporariamente as atividades do Centro Cultural e do Museu das Comunicações e Humanidades (Musehum).

Japan House

A Japan House suspendeu suas atividades em 17 de março.

IMS Paulista

O IMS inauguraria no dia 17 de março uma exposição da fotógrafa chilena Paz Errázuriz, mas suspendeu suas atividades no dia 16.

Itaú Cultural

O Itaú Cultural suspendeu suas atividades no dia 16 de março.

Instituto de Arte Contemporânea (IAC)

O instituto adiou a inauguração de sua nova sede em São Paulo, marcada para o dia 14 de março.

Instituto Tomie Ohtake

O Instituto Tomie Ohtake fechou suas portas no dia 17 de março, seguindo orientação do governador João Doria (PSDB) de evitar aglomerações para conter o avanço do coronavírus.

MAM-SP

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP) abriria em 21 de março uma retrospectiva de Antonio Dias, mas suspendeu suas atividades no dia 16 daquele mês.

MAM-RJ

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ) suspendeu suas atividades em março.

Masp

O Masp abriria no dia 20 de março sua programação anual, centrada no tema da dança, com duas exposições: uma de Helio Oiticica, outra da coreógrafa e bailarina americana Trisha Brown. As duas foram adiadas para ocorrer online.

MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova York)

O MoMA, Museu de Arte Moderna de Nova York, anunciou no dia 13 de março o fechamento de sua sede principal, do MoMA PS1, e das lojas de design na rua 53 e no Soho. Também adiou todos os eventos do museu.

Museu Imperial

O Museu Imperial, no Rio de Janeiro, fechou o complexo Palácio Imperial de Petrópolis em março.

Museu do Prado e Reína Sofía

O Museu do Prado, o maior da Espanha, fechou suas portas. Como o Prado, administrado pelo Estado espanhol, o Reina Sofía —lar de "Guernica", de Picasso— também cancelou suas atividades.

Museu Whitney

O museu nova-iorquino de arte anunciou que cessou suas atividades em 13 de março. O museu afirmou que entrará em contato com pessoas que tiverem comprado ingressos antecipadamente e queiram ressarcimento.

Tarsila do Amaral na Fábrica de Arte Marcos Amaro, em Itu

Uma exposição com desenhos raros da artista marcada para ter início no dia 14 de março foi adiada devido à decisão da Organização Mundial de Saúde de classificar como pandemia o surto internacional do coronavírus.

Da Vinci Experience e Suas Invenções

Foi antecipado o encerramento da exposição que ficaria em cartaz até dia 5 de abril, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque Ibirapuera.

MuBE

O Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia suspendeu as atividades em 17 de março.

Museu da Casa Brasileira

O MCB fechou as portas no dia 17 de março, seguindo orientação do governo do estado de São Paulo.

Parque Lage

A direção da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, informou que suspendeu a visitação pública em 18 de março.

Museu da Inconfidência

O museu localizado em Ouro Preto (MG) interrompeu suas exposições e atendimento ao público em 18 de março, incluindo o arquivo histórico e a biblioteca.

Calendário Pirelli

Empresa especializada na fabricação de pneus, a Pirelli decidiu cancelar a produção e o lançamento do seu calendário de 2021. Segundo nota divulgada pela empresa, esta é a quarta vez que o projeto é interrompido –em 1967, 1975 e 1983 não houve edições. Além disso, a empresa anunciou que doará € 100 mil (R$ 548 mil) para o combate do novo coronavírus.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.