Descrição de chapéu Cinema

Acusado de improbidade administrativa é nomeado para cargo na Ancine

Paulo Cesar Mello Braga foi alçado ao posto de assessor da agência na última sexta-feira

São Paulo

A Ancine, Agência Nacional do Cinema, nomeou como assessor, na última sexta-feira (17), Paulo Cesar Mello Braga, que atualmente responde a processo por dano ao erário e improbidade administrativa.

Mello Braga ocupa o posto de assessor da gerência de tecnologia da informação, de acordo com decreto assinado pelo diretor-presidente interino da agência, Alex Braga.

Movido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em 2013, o processo contra Paulo Cesar Mello Braga está em tramitação no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Nele, Mello Braga e outras quatro pessoas, bem como o Instituto Sorrindo para a Vida, são acusados de enriquecimento ilícito e de causar prejuízo ao patrimônio público.

A ação foi motivada por um contrato entre o instituto e a prefeitura de Itaboraí (RJ) de prestação de serviços. Mello Braga seria o responsável por supervisionar a execução do contrato. Como ressarcimento, a Justiça determinou o bloqueio de bens dos réus, em valor próximo a R$ 1 milhão.

Em 2014, Mello Braga doou R$ 2.000 para a campanha da hoje deputada federal pelo PL Soraya Santos. Em 2017, Soraya, então filiada ao PMDB, indicou a Michel Temer o nome de Alex Braga para a presidência da Ancine.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.