Descrição de chapéu Coronavírus

Salas de concerto alemãs podem permanecer vazias por mais de um ano

Estádios e casas de espetáculo podem demorar mais tempo do que o previsto para reabrir as portas na Alemanha

Berlim | AFP

Os amantes da música e os torcedores de futebol poderão ficar privados de seus espetáculos favoritos por um ano e meio devido à pandemia do novo coronavírus, segundo Gerald Haug, presidente da Academia Nacional de Ciências da Alemanha.

Manter as salas de concertos e os estádios fechados por 18 meses "seria certamente muito sábio", declarou Haug, especialista de grande renome na Alemanha e conselheiro do governo do país na implementação de medidas de combate à pandemia da Covid-19.

Mulher veste máscara para se proteger da Covid-19 em Berlim, na Alemanha, em 4 de março de 2020
Mulher veste máscara para se proteger da Covid-19 em Berlim, na Alemanha, em 4 de março de 2020 - Odd Andersen/AFP

"Para saber se isso vai durar um ano e meio, é preciso esperar, há avaliações mais otimistas", admitiu Haug em entrevista realizada nesta segunda-feira (13) à emissora pública ARD.

"Mas esta situação vai durar vários meses ainda e poderá se arrastar por um ano e meio", continuou.

Nesta segunda-feira (13), a Academia defendeu uma volta "por etapas" à normalidade caso as novas contaminações "se estabilizem em um nível baixo" e se "as medidas de higiene forem mantidas".

As salas de espetáculo e os estádios estão fechados desde meados de março em toda a Alemanha.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.