Descrição de chapéu Televisão

Emmy define que títulos indicados ao Oscar não poderão concorrer

Decisão deve impactar especialmente documentários, grande parte das produções duplamente nomeadas

São Paulo | UOL

Após decisão da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas permitindo que alguns filmes que estrearão direto na TV ou serviços de streaming concorram ao Oscar, os organizadores do Emmy rebateram com uma nova regra –nenhuma produção indicada ao Oscar poderá concorrer aqui.

A mudança no Emmy começa a valer em 2021 —e, ao contrário da que ocorreu nas regras do Oscar, deve ser permanente. A decisão deve impactar especialmente as categorias de documentário, de onde vinham a maior parte das produções duplamente nomeadas.

O título "O.J.: Made in America", por exemplo, foi lançado originalmente no canal ESPN como uma série documental em sete episódios. Por isso, foi indicado a seis prêmios Emmy, incluindo a categoria de melhor série documental, levando dois prêmios técnicos.

Depois, a emissora resolveu editar todos os episódios em conjunto e estrear "O.J.: Made in America" nos cinemas, como um enorme filme de quase oito horas de duração. Nesse formado, ele foi indicado (e venceu) o Oscar de melhor documentário.

Trajetórias semelhantes ocorreram com títulos como "A 13ª Emenda" e "What Happened, Miss Simone?", ambos da Netflix. Em nota, a Academia do Emmy deixou claro que apoia a decisão dos organizadores do Oscar e que sua mudança de regra é só complementar.

O órgão ainda notou que a mudança estava sendo discutida desde março, antes do agravamento da pandemia.

O Emmy e o Oscar operam em temporadas diferentes —portanto, a possibilidade de dupla indicação ainda existe (se ela vier primeiro no Emmy e depois no Oscar).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.