Descrição de chapéu Livros

Brasileiros são sete entre os dez livros finalistas do prêmio Oceanos

Lista tem Itamar Vieira Junior, Maria Valéria Rezende, Djaimilia Pereira de Almeida e Julián Fuks

São Paulo

O prêmio Oceanos, que seleciona as melhores obras da literatura em língua portuguesa e é realizado em parceria com o Itaú Cultural, divulgou os dez finalistas da edição deste ano.

Sete dos indicados são livros de autores brasileiros e os demais são de portugueses —Djaimilia Pereira de Almeida, autora de "A Visão das Plantas", nasceu em Angola, mas se radicou no país europeu.

Entre os romances nacionais, foram indicados "Torto Arado", de Itamar Vieira Junior, "A Ocupação", de Julián Fuks —ambos também editados em Portugal—, "Carta à Rainha Louca", de Maria Valéria Rezende, e "A Cidade Inexistente", de José Rezende Jr.

Também foram indicados os contos de "Sombrio Ermo Turvo", de Veronica Stigger, e a poesia de "As Solas dos Pés de Meu Avô", de Tiago D. Oliveira, e de "As Durações da Casa", de Julia de Souza.

Os indicados portugueses foram o romance "Autobiografia", de José Luís Peixoto —editado aqui pela TAG Livros—e o livro de crônicas "Obnóxio", de Abel Barros Baptista, além do romance de Pereira de Almeida.

Um novo corpo de jurados de vários países lusófonos vão eleger os três livros vencedores, que serão divulgados numa cerimônia online em 18 de dezembro. O vencedor receberá R$ 120 mil; o segundo colocado, R$ 80 mil e o terceiro, R$ 50 mil.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.