Descrição de chapéu Obituário Jan Morris (1926 - 2020)

Morre a jornalista e escritora britânica Jan Morris, pioneira transgênero, aos 94

Autora, que ficou famosa por anunciar a conquista do Everest da própria montanha, escreveu mais de 40 livros

São Paulo | AFP

A jornalista britânica Jan Morris, que deu ao jornal Times a notícia de que alpinistas tinham enfim conseguido chegar ao topo do Everest, morreu nesta sexta (20), aos 94 anos, segundo anunciou seu filho Twm Morys em um comunicado.

"Nesta manhã, às 11h40, a autora e viajante Jan Morris começou sua viagem mais longa. Deixa para trás sua companheira de toda a vida, Elizabeth", escreveu Morys.

A escritora britânica Jan Morris em entrevista em Nova York em fevereiro de 2008 - Mike Segar/Reuters

Jan Morris ficou conhecida por ter enviado ao Times a notícia de que o Everest tinha sido enfim conquistado, em 1953. Ela transmitiu a informação em primeira mão, graças a uma mensagem criptografada.

Naquela época, havia uma grande disputa entre os jornais para noticiar o fato com mais rapidez, mas o Times tinha sido o único a mandar uma jornalista para a expedição —Morris, que praticava alpinismo desde os 26 anos.

Anos após esse fato, Morris abandonou o jornalismo para se dedicar à literatura. Escreveu mais de 40 livros.

Nascida James Humphrey Morris, em 1926, em Somerset, no Reino Unido, a escritora era uma mulher transgênero. Ela oficializou sua transição em 1972, adotando definitivamente o nome "Jan".

Um dos seus livros, "Conundrum", narra essa experiência. Publicado dois anos depois da sua transição, virou um best-seller internacional.

Além de sua companheira, Elizabeth Tuckniss, Morris deixa cinco filhos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.