Art Basel, a maior feira de arte do mundo, é adiada de novo por causa da pandemia

Programado para acontecer em junho em Basileia, na Suíça, evento foi remarcado para setembro

Belo Horizonte

A Art Basel, maior conglomerado de feiras de arte do mundo, decidiu adiar a edição de seu principal evento de 2021 por causa da pandemia de coronavírus. Marcada para junho, em Basileia, na Suíça, o evento foi reagendado para acontecer entre os dias 23 e 26 de setembro deste ano, conforme comunicado divulgado nesta quinta-feira (21).

Além das questões sanitárias, as restrições de viagens impostas por diversos países também foram apontadas como causa do adiamento.

Segundo o anúncio, a decisão foi tomada após conversas com galeristas, colecionadores e especialistas externos, com o objetivo de garantir a saúde e segurança de todos os envolvidos e alcançar o maior atendimento internacional possível.

“Embora a primeira fase dos programas de vacinação tenha começado em muitas partes do mundo no mês passado, 2021 é um ano em que o planejamento permanece complexo devido a muitas incertezas. Ao mudar nossa feira para setembro, esperamos oferecer às nossas galerias uma maior possibilidade de preparar o ano com sucesso”, disse o diretor do conglomerado Marc Spiegler.

No ano passado, a Art Basel chegou a adiar sua edição de 2020, mas ela precisou ser cancelada devido à persistência e evolução da pandemia de coronavírus.

Em contrapartida, o site do evento preparou uma plataforma virtual que conecta as principais galerias de arte do mundo.

Para este ano, a Art Basel anunciou três salas de exibição online, ao qual todas as galerias aceitas nas exposições ocorridas entre 2016 e 2021 serão convidadas a se inscrever. Segundo o anúncio, mais detalhes sobre as exibições virtuais serão anunciados nos próximos meses.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.