Teresa Cristina e 'Bom Dia, Verônica' são eleitos os melhores de 2020 pela APCA

Associação Paulista de Críticos de Arte anunciou seus premiados nesta segunda (18), no Instagram

São Paulo

A rainha das lives Teresa Cristina, a performance de Nuno Ramos e o Teatro da Vertigem que fez carros andarem de ré pela avenida Paulista no auge da pandemia e a série "Bom Dia, Verônica", da Netflix, foram alguns dos destaques de 2020 segundo a APCA, a Associação Paulista de Críticos de Arte.

A entidade anunciou os escolhidos na noite desta segunda (18), no Instagram. Nele, as dez categorias tradicionais de premiação foram mantidas —arquitetura, artes visuais, cinema, dança, literatura, música popular, rádio, teatro, teatro infantojuvenil e televisão. Por causa da pandemia, porém, a tradicional divisão de cada uma dessas em outros sete subgrupos foi reduzida a três ou quatro na maioria dos casos.

A entidade não divulgou informações sobre a data de cerimônia de entrega dos prêmios.

Veja, abaixo, os escolhidos do prêmio APCA 2020.

Arquitetura

Obra de Arquitetura: Estação Antártica Comandante Ferraz, do Estúdio 41
Fronteiras da Arquitetura: Performance 'Marcha a Ré', de Nuno Ramos e Teatro da Vertigem
Urbanidade: Padre Júlio Lancellotti

Artes Visuais

Exposição internacional: 'Egito Antigo' no Centro Cultural Banco do Brasil, o CCBB
Atividade Cultural: Instituto de Arte Contemporânea, o IAC, que inaugurou nova sede
Arte/Tecnologia: MIS Experience com a mostra 'Leonardo Da Vinci'

Cinema

Longa-metragem: 'M8 – Quando a Morte Socorre a Vida', de Jeferson De
Longa-metragem: 'Sertânia', de Geraldo Sarno
Média-metragem: 'Sete Dias em Maio', de Affonso Uchoa

Dança

Criação: 'Silêncio', videoperformance de Eduardo Fukushima e Sérgio Roizenblit
Difusão: FarOFFa - Circuito Paralelo de Artes de São Paulo e FarOFFa no Sofá
Ação de formação: Ayodele Balé, escola de formação em danças preferencialmente para pessoas negras de baixa renda
Ação de sustentabilidade: Senadora Benedita da Silva e deputada federal Jandira Fegalli, pela Lei Aldir Blanc
Prêmio especial: 80 Anos da Escola de Dança de São Paulo, a Edasp

Literatura

Trabalho editorial: Gita Guinsburg, da editora Perspectiva
Difusão de literatura brasileira: Bel Santos Mayer, pela propagação de literatura brasileira contemporânea
Difusão de literatura brasileira no exterior: Nara Vidal, pela revista digital Capitolina Books

Música popular

Artista do ano: Teresa Cristina
Artista revelação: Jup do Bairro, pelo álbum 'Corpo sem Juízo'
Melhor live: Caetano Veloso
Melhor disco: 'Rastilho', de Kiko Dinucci

Rádio

Valorização do rádio: Luiz Fernando Magliocca, ligado a momentos importantes do rádio
Profissional do ano: José Eduardo Piedade Catalano, mais antigo radialista profissional na ativa
Podcast: 'Atenção, Silêncio no Ar', sobre a história do rádio FM paulistano

Teatro

Espetáculo: 'Bertoleza'
Espetáculo virtual: 'Peça'
Prêmio especial: Série 'Cena Inquieta', sobre teatros de grupo brasileiros

Teatro Infantojuvenil

Prêmio especial da quarentena 2020, para crianças: Grupo Esparrama
Prêmio especial da quarentena 2020, para público jovem: 'Caso Cabaré Privê', da Cia. Pequeno Ato
Prêmio especial da quarentena 2020, pré-gravado: 'Trilogia Olho Mágico', da Cia. Delas

Televisão

Atriz: Camila Morgado por 'Bom Dia, Verônica' e Tatiana Tibúrcio pelo especial 'Falas Negras', da Globo
Ator: Eduardo Moscovis por 'Bom Dia, Verônica'
Dramaturgia: 'Bom Dia, Verônica'
Programa: 'Conversa com Bial'
Humor: 'Sinta-se em Casa', com Marcelo Adnet
Destaque do ano: CNN Brasil

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.