Coleção Folha ilustra transformações no trabalho em seu sétimo volume

Livro contrapõe o solitário artesão, as grandiosas linhas de montagem industrial e os laboratórios modernos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Linha de produção na fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, em foto de 1958

Linha de produção na fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, em foto de 1958 Folhapress

São Paulo

As mais de 400 imagens selecionadas para os dez livros temáticos da Coleção 100 Anos de Fotografia – Pelas Lentes da Folha traçam uma viagem de transformação na vida cotidiana durante um século de vida do jornal. Mas talvez o livro que melhor transmita as mudanças do mundo no período seja o sétimo volume, que chega às bancas no próximo domingo, dia 12.

“Trabalho – O Empenho em cada Jornada” contrapõe em suas páginas o solitário artesão e as grandiosas linhas de montagem industrial, oficinas rudimentares e laboratórios modernos, engraxates urbanos em São Paulo e bombeiros heróis no mar de lama da barragem rompida em Brumadinho, em Minas Gerais, em 2019.

Na foto impressa na capa, imagem de 1957 mostra uma situação que se perdeu no tempo devido a inovações tecnológicas e mais apuro na inspeção sanitária que viriam a seguir. Fazendeiros da região de Jundiaí, no interior paulista, abastecem com leite cru carroças que o levavam aos clientes.

Outras imagens evocam personagens que foram aos poucos desaparecendo. Como o fotógrafo ambulante, apelidado de lambe-lambe, trabalhando na festa de São Bom Jesus do Iguape, que em 1963 atraiu turistas e romeiros à cidade do litoral paulista. Esses ambulantes surgiram no início do século 20 e ajudaram a popularizar a fotografia.

Outra viagem ao passado é protagonizada pelo vendedor ambulante de bilhetes de loteria. Em dezembro de 1958, a foto mostra um deles no centro de São Paulo, num triciclo com um guichê improvisado com tábuas, oferecendo bilhetes aos interessados.

A coleção é um verdadeiro tributo aos fotógrafos da Folha. Todas as imagens nos livros são de profissionais contratados pelo jornal, numa seleção de trabalhos premiados no Brasil e no exterior.

Momentos simples do dia a dia, em fotos que os transformam em flagrantes únicos, ficam lado a lado com imagens marcantes para a história.

Em setembro de 1953, Mario Zilli fotografou numa calçada um homem com um martelinho para reparar uma tampa de metal, sentado sobre sua caixa de ferramentas. O registro traz de volta a memória dos funileiros que percorriam a cidade em longas caminhadas, oferecendo seus serviços.

O solitário funileiro é um contraponto ao mar de gente na foto de Vidal Cavalcante em fevereiro de 1988, no garimpo de Serra Pelada, no Pará. Multidões se revezaram no local na década de 1980, em busca de ouro sob condições precárias. A atividade foi encerrada oficialmente em 1992.

Cada volume da coleção é vendido por R$ 24,90 nas bancas e traz um pôster em papel especial, que pode ser emoldurado. No sétimo livro, essa imagem é do fotógrafo Flávio Canalonga. Em fevereiro de 1985, ele fez um retrato do sapateiro José Pinha, com 90 anos, e sua mulher, Rosária. O local é a casa no bairro paulistano do Ipiranga, que desde 1930 servia como moradia e oficina para Pinha, que aprendeu a sua profissão com o pai.

O sapateiro José Pinha e sua esposa Dona Rosália
O sapateiro José Pinha e sua esposa Dona Rosália - Flávio Canaloga/Folhapress

A coleção permite uma referência ao trabalho no próprio jornal. Uma brincadeira presente em todos os volumes é publicar uma foto antiga e outra mais recente, no mesmo local, para destacar a passagem do tempo. Desta vez, é na Redação da Folha.

Em dezembro de 1949, numa sala da antiga Redação, na alameda Cleveland, três jornalistas trabalham num ambiente acanhado de mesas bem arrumadas, com pouco material à vista. Em março de 2020, foto de Otavio Valle exibe três jornalistas da editoria Mercado, em ambiente descontraído e de mesas abarrotadas.

A foto foi feita antes que a pandemia obrigasse a maioria dos jornalistas da Folha a trabalhar de forma remota, em casa, esvaziando a Redação.

28.fev São Paulo
7.mar Transportes
14.mar Infância
21.mar Cotidiano
28.mar Comércio
4.abr Brasileiras
11.abr Trabalho
18.abr Manifestações
25.abr Imigrantes
2.mai Nostalgia

Coleção 100 Anos de Fotografia - Pelas Lentes da Folha

  • Onde Compras pelo site folha.com.br/100anosdefotografia
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.