Sony Music oficializa compra da Som Livre, gravadora que era da Globo

Empresa representa nomes do sertanejo, pagode, funk, forró e MPB, como Marília Mendonça, Jorge & Mateus e Wesley Safadão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo | UOL

A Sony Music Entertainment oficializou nesta quinta (1º) a aquisição da Som Livre, gravadora responsável por nomes como Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão e Lexa. Segundo a agência Efe, a gravadora foi adquirida por US$ 255 milhões, ou cerca de R$ 1,4 bilhão.

A empresa era parte do grupo Globo e representa nomes do sertanejo, do pagode, do funk, do forró e da MPB. A Som Livre conta também com artistas em ascensão, como Israel e Rodolffo, Dudu MC, Filipe Ret e Grupo Menos É Mais.

Marília Mendonça
A cantora Marília Mendonça - Divulgação

Marcelo Soares, CEO da Som Livre, afirma "estamos, mais uma vez, no lugar certo para garantir as melhores possibilidades de desenvolvimento de carreira para nossos artistas e funcionários". "Sou muito grato por tudo que conquistamos com a Globo e estou ansioso por começar essa nova fase com a Sony."

De acordo com a Sony Music Entertainment, o consagrado elenco de artistas e autores da Som Livre terá acesso à sua rede global de recursos e parcerias oferecendo maior alcance mundial para a comunidade criativa brasileira.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.