Descrição de chapéu Cinema

Harvey Weinstein será transferido para Los Angeles e enfrentará mais acusações

Ex-produtor é acusado de estupro e abuso sexual por mais cinco mulheres e pode ser condenado a até 140 anos de prisão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Nova York | AFP

O ex-produtor de cinema americano Harvey Weinstein, que cumpre pena de 23 anos de prisão por abuso sexual e estupro, em Nova York, será transferido para Los Angeles em breve, abrindo a via para um novo julgamento contra ele por outras agressões, decidiu a Justiça nesta terça-feira (15).

Os advogados de Weinstein se opuseram durante meses a essa transferência, alegando sobretudo razões médicas. Mas o juiz Kenneth Case, do condado de Erie, onde o produtor está detido, rejeitou seus pedidos e autorizou transferência numa audiência privada.

Embora não tenha fixado uma data para a transferência, o juiz pediu que ela aconteça "o mais rápido possível".

Os promotores de Los Angeles preveem que a viagem ocorra "entre junho e julho", disse uma porta-voz do promotor do condado de Erie.

Ao final da audiência, Weinstein cobriu o rosto com as mãos.

O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein participa de uma audiência remota a partir da prisão em Nova York onde está encarcerado - New York State Unified Court System - 15.jun.2021/Reuters

O ex-produtor de Hollywood, de 69 anos, é acusado por cinco mulheres em Los Angeles de estupro e abuso sexual. Se for considerado culpado, pode ser condenado a até 140 anos de prisão.

Ele sempre negou as acusações contra ele, tanto em Nova York quanto em Los Angeles, e diz que todas as suas relações sexuais foram consentidas.

No começo de abril, Weinstein recorreu formalmente da sentença contra ele em Nova York, recebida no começo de 2020, após um julgamento midiático em Manhattan considerado uma das maiores vitórias do movimento MeToo.

No total, cerca de 90 mulheres acusaram Weinstein de abuso sexual, estupro e assédio.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.