Descrição de chapéu Oscar Cinema

Saiba onde assistir ao Oscar 2022; TNT e Globoplay transmitem cerimônia

Maior premiação do cinema mundial vai acontecer neste domingo (27) às 21h e não estará disponível na TV aberta

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A 94ª edição do Oscar será transmitida na televisão pelos canais pagos TNT e TNT Series, os únicos a veicular a cerimônia, que este ano deixa de ser transmitida na TV aberta. A Globo, que ano passado veiculou a principal premiação do cinema mundial, agora vai transmitir a festa pelo Globoplay, com acesso liberado para não assinantes.

Estatueta do Oscar - Emmanuel Dunand/AFP

A cerimônia acontece neste domingo às 21h e será conduzida em Hollywood pelas atrizes Regina Hall, Amy Schumer e Wanda Sykes. Na televisão brasileira, a cerimônia terá apresentação de Aline Diniz e Michel Arouca, além da cobertura do tapete vermelho feita pela jornalista Carol Ribeiro. O ator Murilo Rosa apresentará o Esquenta TNT, programa que vai ao ar uma hora antes do início da cerimônia e trará imagens das estrelas no tapete vermelho, entrevistas exclusivas, participação de convidados.

Na plataforma de streaming da Globo, a equipe de apresentadores e comentaristas do Oscar será composta por Maria Beltrão, que apresenta o programa Estudio I, da GloboNews, os humoristas Marcelo Adnet e Fábio Porchat e a atriz Dira Paes.

Muitas expectativas rondam os filmes indicados à premiação organizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. A lista pode consolidar o sucesso da Netflix na história do prêmio, já que a plataforma produziu muitos dos finalistas em várias categorias.

Entre os longas indicados produzidos pelo serviço de streaming, se destacam "Ataque dos Cães", dirigido por Jane Campion, que é um dos favoritos para vencer na categoria de melhor filme. A Netflix ainda recebeu quatro indicações para "Não Olhe para Cima", três para "A Filha Perdida", duas para "Tick, Tick… Boom!", uma para "A Mão de Deus", uma para "A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas", uma para "A Sabiá Sabiazinha", uma para "​Audible", uma para "Onde Eu Moro" e mais outra para "Três Canções Para Benazir" –27 no total, mais do que em qualquer outro ano.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.