Filmes de Bergman, debate sobre livro russo e mais cinco dicas culturais

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[ILUSTRÍSSIMA CONVERSA] Sérgio Rodrigues

Disponível em folha.com/ilustrissimaconversa a partir de seg. (25)

O escritor e colunista da Folha é o próximo entrevistado do podcast quinzenal. Na conversa com o editor da Ilustríssima, Uirá Machado, o autor de “O Drible” discutiu as razões pelas quais se produzem poucas obras de ficção sobre futebol no Brasil.

 

[CINEMA] Ingmar Bergman

Cinesesc. (11) 3087-0500. De qua. (27) a ter. (3), sessões a partir das 15h. R$ 12.

O centenário do cineasta sueco será celebrado com a exibição de dez de seus filmes em cópias restauradas, incluindo “Fanny e Alexander”. A sessão de “Morangos Silvestres” da sexta (29), às 19h, será apresentada por Helen Beltrame-Linné, editora-adjunta da Ilustríssima e ex-diretora da Fundação Bergman Center, na Suécia.

velho olha para jovens
Os atores Victor Sjöstrom (dentro do carro), Bjorn Bjelfvenstam, Folke Sundquist e Bibi Andersson (fora do carro) em cena do filme "Morangos Silvestres" (1957), de Ingmar Bergman. - France Presse

[CLUBE DE LEITURA FOLHA] O Mestre e Margarida

Auditório da Folha. Ter. (26) às 19h. Grátis. Recomendada inscrição em eventos.folha.com.br  

O livro do russo Mikhail Bulgákov, que narra as peripécias do Diabo e sua trupe na Moscou dos anos 1930, é tema do próximo encontro do clube. Participará do debate Irineu Franco Perpetuo, tradutor da última edição brasileira da obra, com mediação da jornalista Úrsula Passos. Leia em folha.com/ilustrissima artigo de Gabriel Philipson, doutorando em letras na Unicamp com mestrado sobre Bulgákov.

 

[LIVRO] O Outro Lado da Bola

Record. 216 págs. R$ 54,90.

Na história em quadrinhos ilustrada por Jean Diaz, os autores Alê Braga e Alvaro Campos imaginam o que aconteceria se um ídolo da seleção brasileira se revelasse gay. A obra põe em discussão a relação entre política e futebol e a intolerância que persiste no esporte. O livro será lançado na terça (26), às 19h, na Livraria da Vila da Fradique Coutinho, em debate com os autores, o jornalista Tony Góes e o ativista William de Lucca.

 

[FOTOGRAFIA] Hiperurânio

Museu da Imagem e do Som. (11) 2117-4777. De ter. a sáb., das 12h às 21h; dom., das 11h às 20h. Até 5/8. Grátis.

André Bonon expõe suas imagens em mostra que integra o projeto Nova Fotografia do museu paulistano. As fotos propõem uma narrativa visual sobre o sentido da existência, baseada na teoria das ideias de Platão.

foto de ateliê
Fotografia da série "Hiperurânio" (2017), de André Bonon - Divulgação

[ÓPERA] Alcina

Theatro São Pedro. (11) 3661-6600. Qua. (27) e sex. (29), às 20h; dom. (24 e 1º), às 17h. De R$ 30 a R$ 80.

A obra criada no século 18 pelo alemão Georg Friedrich Händel tem nova montagem, com direção cênica de William Pereira e musical de Luis Otavio Santos. O espetáculo conta a história de uma feiticeira conhecida tanto pela profusão de seus amantes quanto pelo destino terrível que lhes dá quando deles se desafeiçoa.

 

[LIVRO] Juan Pablo Villalobos

Companhia das Letras. 264 págs. R$ 54,90.

O mexicano, que despontou com “Festa no Covil”, vem ao Brasil lançar seu novo romance, “Ninguém Precisa Acreditar em Mim”. No livro cômico de contornos autobiográficos, o jovem Juan Pablo viaja à Espanha para cursar um doutorado e se envolve com um grupo de mafiosos. Na quinta (28), às 20h, o autor participa de bate-papo no Sesc Avenida Paulista com as escritoras Andréa del Fuego e Vanessa Ferrari.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.