Mostra sobre ditadura, balé sobre primavera e mais 5 dicas culturais

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[NOVO COLUNISTA] Henrique Gomes

Disponível a partir de quarta (12), no site da Ilustrissima.

A Folha passa a publicar, na versão digital, coluna mensal do cientista Henrique Gomes, 38. Formado em física e pós-graduado em matemática pela USP, fez doutorado em gravidade quântica na Universidade de Nottingham (Inglaterra) e cursa doutorado em filosofia na Universidade Cambridge, onde será membro do Trinity College. É um dos criadores da teoria de “shape dynamics” (dinâmica da forma), que procura compatibilizar a gravitação com a mecânica quântica.

 

[MOSTRA]  Estado(s) de Emergência

Oficina Cultural Oswald de Andrade. (11) 3222-2662. De seg. a sex., das 9h às 21h; sáb., das 10h às 18h. Até 15/12. Grátis.

Na exposição realizada pelo Paço das Artes, artistas contemporâneos buscam recontar o passado da ditadura militar e refletir sobre a violência que ela fez permanecer na sociedade. A mostra traz vídeos, objetos e documentos em obras de artistas como os brasileiros Clara Ianni, Gilvan Barreto e Jaime Lauriano, a argentina Gabriela Golder e o chileno Enrique Ramírez. 

cruzes no mar
Reprodução de "Los Durmientes" (2014), videoinstalação de Enrique Ramírez - Divulgação

[DANÇA]  A Sagração da Primavera

Theatro Municipal de São Paulo. (11) 3053-2100. Sáb., ter., qua. e sex., às 20h; dom., às 18h. De 15 a 22/9. R$ 80.

Na comemoração de seus 50 anos, o Balé da Cidade faz uma releitura do clássico de Igor Stravinski, incutindo no espetáculo uma reflexão sobre questões ambientais. A criação é do diretor artístico Ismael Ivo, com regência do maestro titular da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Roberto Minczuk.

 

[EXPOSIÇÃO]  Yan Xing

Galeria Jaqueline Martins. (11) 2628-1943. De ter. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 12h às 17h. Até 13/10. Grátis.

A primeira mostra individual do chinês de 32 anos no Brasil traz uma grande instalação e trabalhos em vídeo, pintura e desenho. A obra do artista busca refletir sobre a fabricação da história e os conceitos de ordem e resistência, bebendo do cinema e da literatura.

quadro em cinza e branco
Pintura de Yan Xing, exposta na Galeria Jaqueline Martins - Gui Gomes/Divulgação

[SEMINÁRIO]  Antonio Candido 100 Anos

Auditório Nicolau Sevcenko da FFLCH-USP. Seg. (10), a partir das 17h30. Ter. (11), qua. (12) e qui. (13), às 10h, 14h e 18h. Grátis. Mais informações em pensamentobrasileirousp@gmail.com

Organizado pela Articulação Discente para o Pensamento Brasileiro, da USP, o ciclo reúne nomes de proa das ciências humanas em 11 debates sobre o legado do intelectual, morto em 2017. Entre os convidados, estão as sociólogas Maria Arminda do Nascimento Arruda e Maria Sylvia de Carvalho Franco, a crítica literária Walnice Nogueira Galvão, o filósofo Paulo Arantes e as historiadoras Laura e Marina de Mello e Souza.

 

[ESPETÁCULO]  São Paulo Companhia de Dança

Teatro Alfa. (11) 5693-4000. Sáb. (15), às 20h; e dom. (16), às 18h. R$ 75 a R$ 100.

Completando dez anos de existência, o grupo apresenta uma coreografia inédita de Joëlle Bouvier, uma das expoentes da dança contemporânea francesa. Os bailarinos também remontam "Melhor Único Dia", do brasileiro Henrique Rodovalho, e "14'20''", do tcheco Jirí Kylián.

 

[MÚSICA]  Joyce Moreno

Tupi or Not Tupi. (11) 3813-7404. Sáb. (15), às 21h30. R$ 130.

A cantora e instrumentista regravou seu primeiro disco, "Joyce", meio século depois do lançamento em 1968. O repertório do novo álbum, "50", é apresentado neste show junto a outros sucessos de carreira e duas inéditas.

 

[EXPOSIÇÃO]  Letícia Ramos

Pivô. (11) 3255-8703. De ter. a sáb., das 13h às 19h. Até 27/10. Grátis.

Em "História Universal dos Terremotos", a artista paulista parte de um abalo sísmico que devastou Lisboa no século 18 para criar uma sequência de imagens ficcionais carregadas de experimentação.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.