Volta do Clube de Leitura Folha, Cássia Kis no teatro e mais 5 dicas culturais

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[CLUBE DE LEITURA FOLHA] Carol Bensimon

Blooks - Shopping Frei Caneca. (11) 3259-2291. Ter. (29), às 19h. Grátis.

O livro “Todos Nós Adorávamos Caubóis”, escrito pela autora e publicado pela Companhia das Letras, é o tema do evento deste mês. Na trama, duas amigas da época de faculdade se reencontram para fazer uma viagem há muito tempo planejada. O debate, mediado pela jornalista Úrsula Passos, terá como convidada a escritora Noemi Jaffe. A crítica literária Beatriz Resende escreveu um texto exclusivo sobre a obra.

 

[EXPOSIÇÃO] Perdona que No Te Crea

Carpintaria - Rio. (21) 3875-5554. De ter. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 10h às 18h. De 2/2 a 9/3. Grátis.

A coletiva explora as relações entre artes visuais e teatro, abordando noções de simulação e representação. Estarão expostas desde obras de artistas como Adriana Varejão, Leda Catunda e Nuno Ramos até fotografias e trabalhos do acervo de grupos teatrais como o Oficina, o Teatro Experimental do Negro e a Cia. dos Atores.

pintura de homens discursando
"Discursos" (2014), de Tiago Carneiro da Cunha, em exibição na Carpintaria - Eduardo Ortega/Divulgação

[TEATRO] Meu Quintal É Maior do que o Mundo

Teatro do Sesi-SP. (11) 3146-7439. Sex. e sáb., às 20h; dom., às 19h. De 31/1 a 17/2. Grátis.

A atriz Cássia Kis volta aos palcos depois de dez anos para uma incursão na literatura de Manoel de Barros (1916-2014), de quem era amiga. Concebido por Cássia a partir do livro de poemas “Memórias Inventadas”, o monólogo intimista tem direção de Ulysses Cruz.

 

[ARTES PLÁSTICAS] Melvin Edwards

Auroras. (11) 98185-0044. Sáb., das 11h às 18h; nos outros dias, mediante agendamento. De 2/2 a 16/3. Grátis.

O artista de 81 anos, referência na escultura norte-americana, expõe pela primeira vez obras produzidas no Brasil, criadas neste mês de janeiro. Seu trabalho usa metal torcido e arame farpado para falar sobre a opressão e a cultura afro-americana, com referências a ferramentas agrícolas de sua infância no sul dos Estados Unidos.

 

[LIVRO] Os Deuses da Revolução

É Realizações. 224 págs. R$ 54,90.

O historiador britânico Christopher Dawson (1889-1970), nesta obra póstuma, relata minuciosamente e analisa a Revolução Francesa. Com a tese de que toda cultura tem uma religiosidade subjacente, ele procura investigar quais são as crenças, os profetas, as doutrinas e os ritos que sustentam a revolução, que tinha na laicidade do Estado uma de suas principais reivindicações.

 

[LEITURA] Dramaturgos russos

Teatro Aliança Francesa. (11) 3572-2379. Seg., às 19h. De 28/1 a 25/2. Grátis.

O Grupo Tapa promove um ciclo de cinco leituras de alguns dos maiores autores do teatro russo. O primeiro será Ivan Turguêniev (“Um Mês no Campo”, em 28/1), seguido por Anton Tchékhov (“A Gaivota”, em 4/2, “Tio Vânia”, em 11/2, “As Três Irmãs”, em 18/2) e, por fim, Máximo Górki (“Os Veranistas”, em 25/2).

 

[MÚSICA] Cuca Teixeira

JazzB. (11) 3257-4290. Qui. (31), às 21h. De R$ 35 a R$ 45.

Um dos principais bateristas brasileiros faz tributo a Art Blakey, referência absoluta do instrumento e criador do grupo Jazz Messengers. Apresentam-se com ele Daniel D’Alcântara, no trompete, Gabriel Gaiardo, no piano, e Sandro Haick no baixo acústico.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.