Djanira no Masp, ingressos de mostra teatral e mais cinco dicas culturais

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[CLUBE DE LEITURA FOLHA]  Heinrich Böll

Casa Plana. (11) 3032-2057. Ter. (26), às 19h. Grátis.

O próximo encontro do clube vai discutir "O Anjo Silencioso", primeiro romance escrito pelo Nobel de Literatura, mas lançado postumamente. A história, ambientada no imediato pós-Guerra alemão, é sobre um soldado desertor que volta à cidade de Colônia para entregar a uma viúva o casaco do marido morto. Mediado por Úrsula Passos, o debate terá como convidado o jornalista Guilherme Magalhães. Leia um texto do crítico Marcelo Pen sobre o livro.

 

[ARTES PLÁSTICAS]  Djanira da Motta e Silva

Masp. (11) 3149-5959. De qua. a dom., das 10h às 18h; ter., das 10h às 20h. De 1º/3 a 19/5. R$ 35, grátis às terças.

A maior exposição dedicada à artista após sua morte, há 40 anos, traz 70 trabalhos que buscam resgatar a importância da pintora para a arte modernista brasileira. A curadoria priorizou as obras de Djanira inspiradas na cultura popular: ela costumava retratar seus vizinhos e amigos, operários urbanos e trabalhadores rurais, assim como manifestações culturais e religiosas de origem afro-brasileira e indígena.

pintura de mulheres indígenas
"Ritual de Puberdade" (1962), de Djanira da Motta e Silva, em exposição no Masp - Divulgação

[DEBATE]  Modernidade e emancipação no Brasil

Espaço das Artes - USP. (11) 2648-1426. Ter. (26), às 19h. Grátis.

Organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da USP, o evento discute a arte no Brasil hoje, partindo do pressuposto de que o novo ciclo político do país teve impacto em seus horizontes estéticos e possibilidades de experimentação. Os convidados serão Ronaldo Brito, crítico de arte e professor da PUC-RJ, Marcos Nobre, professor de filosofia da Unicamp, e Vera Beatriz Siqueira, professora do Instituto de Artes da Uerj e coordenadora da área de artes na Capes, sob mediação da crítica de arte Sônia Salzstein.

 

[EXPOSIÇÃO]  Leonilson: Arquivo e Memória Vivos

Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp. (11) 3146-7000. De ter. a sáb., das 10h às 22h; dom., das 10h às 20h. Até 19/5. Grátis.

O artista cearense, que refletia sobre a condição humana com trabalhos delicados sobre sexualidade e relações amorosas, tem mais de 120 obras expostas nesta retrospectiva, boa parte delas inéditas em São Paulo. Entre os destaques da exposição, estão a primeira obra de Leonilson de que se tem conhecimento, uma pintura em acrílico feita quando o artista tinha 14 anos, e a exibição em looping de "Leonilson, Sob o Peso dos Meus Amores", média-metragem de Carlos Nader.

 

[TEATRO]  MITsp

Em diversos teatros de São Paulo. (11) 3129-9132. Venda online no site mitsp.org. Até R$ 40.

A sexta edição da Mostra Internacional de Teatro de São Paulo, que ocorre de 14 a 24 de março, já começou sua venda de ingressos. Entre os destaques, estão três peças dirigidas pelo suíço Milo Rau, o espetáculo "Alicerce das Vertigens", do congolês Dieudonné Niangouna, e "Mágica de Verdade", do grupo britânico Forced Entertainment. Entre os brasileiros, a mostra apresenta novos trabalhos de Felipe Hirsch, que se baseia em texto do chileno Alejandro Zambra, e dos intérpretes Wagner Schwartz e Renata Carvalho.

 

[EXPOSIÇÃO]  Haroldo Saboia

Paço das Artes no MIS. (11) 2117-4777. De ter. a sáb., das 12h às 20h; dom., das 11h às 19h. Até 24/3. Grátis.

"A História dos Nossos Gestos" apresenta fotografias e vídeos registrados em Brasília, desde antes de sua construção até a fundação do Memorial Juscelino Kubitschek, nos anos 1980. Estão retratadas tanto personalidades quanto indivíduos comuns, em um cruzamento que busca construir uma memória imagética da capital.

 

[MÚSICA]  Totó la Momposina

Sesc Vila Mariana. (11) 5080-3000. Qui. (28) e sex. (1º), às 21h. R$ 40.

Uma das principais intérpretes do repertório tradicional colombiano e vencedora de três edições do Grammy Latino, a cantora de 78 anos apresenta ritmos típicos de seu país, como cumbia e chalupa, e músicas da sonoridade cubana, como rumba e bolero.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.