História da poesia visual, obras de Samico e mais 5 dicas

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[CLUBE DE LEITURA FOLHA] O Fim de Eddy

Livraria da Vila - Alameda Lorena. (11) 3062-1063. Ter. (28), às 19h.

O romance de estreia do francês Édouard Louis, publicado no Brasil em 2018 pela Tusquets, é o tema do encontro do clube neste mês. O livro, de teor autobiográfico, conta o processo de descoberta da homossexualidade em um ambiente social opressivo. O debate terá participação de Francesca Angiolillo, repórter especial da Folha e tradutora da obra, e será mediado pela jornalista Úrsula Passos, editora-assistente de Cultura do jornal. Leia aqui um texto sobre a carreira do escritor francês.

[EXPOSIÇÃO] História da Poesia Visual Brasileira

Sesc Bom Retiro. (11) 3332-3600. De ter. a sex., das 9h às 21h; sáb., das 10h às 21h; dom., das 10h às 18h. De 30/5 a 8/9. Grátis.

A exposição traz mais de 200 obras do acervo do artista plástico e poeta recifense Paulo Bruscky, com um panorama da poesia de vanguarda produzida no Brasil ao longo dos séculos. Há desde um poema de Gregório de Matos do século 17 até obras do movimento que reuniu Décio Pignatari e os irmãos Haroldo e Augusto de Campos na década de 1950, passando por Oswald de Andrade, João Cabral de Melo Neto e Carlos Drummond de Andrade. Também há farta coleção de documentos, com cartazes, fotografias e recortes de jornal.

[LEITURAS] Teatro do Absurdo

Sesc Consolação. (11) 3234-3000. Ter. (28), às 19h30. Grátis, com retirada de ingressos 1 hora antes.

O ciclo de leituras dramáticas idealizado por Eugênia Thereza de Andrade trará neste ano sete textos ligados ao teatro do absurdo. A partir da estreia nesta semana, com a peça “O Rinoceronte” de Eugène Ionesco em leitura dirigida por Caetano Vilela, a programação trará até novembro obras de Tom Stoppard, Caryl Churchill, Samuel Beckett, Fernando Arrabal, Harold Pinter e Arthur Adamov, e direção de nomes como Marco Antônio Pâmio e Nelson Baskerville.

arte armorial
"O Segredo do Lago" (1983), de Gilvan Samico - João Liberato/Divulgação

[ARTES PLÁSTICAS] Samico

Galeria Estação. (11) 3813-7253. De seg. a sex., das 11h às 19h; sáb., das 11h às 15h. De 28/5 a 13/7. Grátis. 

A galeria exibe uma seleção de 34 obras que perpassam a carreira do pernambucano (1928-2013), com curadoria de Ivo Mesquita. Membro do movimento armorial que valorizava os traços simétricos e a simbologia das tradições culturais nordestinas, o artista desenhava, gravava e imprimia artesanalmente seus trabalhos. 

[LIVRO] Casanova

Objetiva. 488 págs. R$ 109,90. 

A biografia do americano Laurence Bergreen apresenta a faceta intelectual do italiano cujo nome virou sinônimo de homem sedutor. De origem humilde, ele se transformou num personagem central da fervilhante Veneza do século 18, tendo se aproximado de figuras como o rei Luís 15, o filósofo Voltaire e o compositor Mozart.

[EXPOSIÇÃO] David Magila

Janaina Torres Galeria. (11) 3064-1507. De seg. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 11h às 15h. De 30/5 a 13/7. Grátis.

Na individual “Frequentes Conclusões Falsas”, o artista exibe oito pinturas e três esculturas recentes que aliam a vivacidade de cores à melancolia de um sentimento de ausência e desmanche. Ele desenha paisagens suburbanas para compor uma estética do abandono.

[CINEMA] Mostra Ecofalante

40 salas de cinema em São Paulo. De 30/5 a 12/6. Grátis. Programação completa em ecofalante.org.br

Considerado o principal evento de cinema com preocupações socioambientais, a mostra traz 132 filmes de 32 países, incluindo um panorama histórico da crise das utopias no cinema pós-1968 e uma homenagem ao documentarista Silvio Tendler, que lança o novo “O Fio da Meada”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.