Exposição de Guto Lacaz, vencedor do Urso de Ouro e mais dicas

Veja as indicações culturais da Ilustrissima para a próxima semana

[ILUSTRÍSSIMA CONVERSA] Fernanda Arêas Peixoto

Disponível gratuitamente no sábado (14) nas principais plataformas de áudio e no site folha.com/ilustrissimaconversa

A antropóloga organizou com o historiador argentino Adrián Gorelik o livro “Cidades Sul-Americanas como Arenas Culturais” (Edições Sesc), que discute a arte como produto e produtora de arranjos urbanos. No último podcast de 2019, ela conversa com o repórter Walter Porto sobre a relação do Teatro Oficina com São Paulo, de um festival de cinema com sua sede, Buenos Aires, e das novelas globais com o Rio de Janeiro, entre outros.

[EXPOSIÇÃO] Guto Lacaz

Chácara Lane - Museu da Cidade de São Paulo. (11) 3129-3361. De ter. a dom., das 9h às 17h. Até 29/3. Grátis. 

O Museu da Cidade retoma o projeto Gabinete do Desenho com a mostra do artista paulistano, que monta cinco instalações inéditas. Lacaz, conhecido pela criativa intersecção entre diferentes artes, também é foco de vídeos exibidos no local, que documentam algumas de suas performances, entrevistas e instalações urbanas.

[CINEMA] Synonymes

França/Israel/Alemanha, 2019. 123 min. Em cartaz em circuito.

O vencedor do Urso de Ouro no último Festival de Berlim finalmente chega ao circuito brasileiro. Dirigido por Nadav Lapid, o filme discute nacionalismo e pertencimento através da história de um jovem israelense que foge de seu país em busca de uma vida melhor em Paris, recusando-se a falar seu hebraico nativo e, para isso, contando com a ajuda de um fiel dicionário.

[EXPOSIÇÃO] O Pasquim 50 Anos

Sesc Ipiranga. (11) 3340-2000. De ter. a sex., das 9h às 21h30; sáb., das 10h às 21h30; dom., das 10h às 18h30. Até 12/4. Grátis.

O jornal que marcou época com seu estilo satírico e contestatório ganha mostra com curadoria de Zélio Alves Pinto e Fernando Coelho dos Santos. Há uma linha do tempo de capas, áudios contendo histórias, músicas e piadas e vitrines com fotos, livros e quadrinhos —tudo para celebrar a patota que reunia nomes como Jaguar, Millôr Fernandes, Ziraldo, Tarso de Castro e Paulo Francis. Ao mesmo tempo, todas as edições foram disponibilizadas para pesquisa no site da Biblioteca Nacional.

pasquim antigo com cara de rogéria na mona lisa
Capa de O Pasquim veiculada em outubro de 1973 - Divulgação

[TEATRO] A Cor Púrpura

Theatro NET SP. (11) 3448-5061. Sex., às 20h30; sáb., às 18h e às 21h30; dom., às 19h (em janeiro, os horários de sábado mudam). Até 16/2 (não haverá sessões em 27, 28 e 29/12). De R$ 75 a R$ 220.

O musical baseado no livro de Alice Walker, vencedor do Pulitzer em 1983, chega ao Brasil com grande elenco de 18 atores negros. A produção teatral sobre a história de Celie, vítima de abuso, violência e intolerância no sul estadunidense do início do século 20, tem versão nacional feita por Artur Xexéo e dirigida por Tadeu Aguiar.

[LIVRO] Caro Dr. Freud

Ed. Autêntica. 208 págs. R$ 45,90

Em 1935, uma mãe escreveu a Sigmund Freud, preocupada com a sexualidade de seu filho, e recebeu uma resposta que se tornou documento histórico. Freud apontou nela que a homossexualidade “não é nenhum vício, nenhuma degradação, não pode ser classificada como doença”. O livro organizado por Gilson Iannini convida autores como Christian Dunker, Marcia Tiburi, Tales Ab’Saber e Berenice Bento para escrever novas cartas ao pai da psicanálise, atualizando o debate. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.