Retratos de Hilda Hilst, livro de David Lynch e mais 5 dicas

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[ILUSTRÍSSIMA CONVERSA] Eliane Robert Moraes

Disponível gratuitamente a partir de sáb. (25) nas principais plataformas de áudio e no site folha.com/ilustrissimaconversa

O podcast desta semana é sobre a censura às artes e tem como convidada a professora da USP, uma das maiores especialistas em literatura erótica do país. A conversa com Walter Porto abordou as razões pelas quais se busca tanto proibir arte que fale de sexo. Discutiu também o modo como atuou a censura moral sobre autores como Mário de Andrade, Hilda Hilst e Carlos Drummond de Andrade, e como o erotismo está presente, mesmo que nas entrelinhas, em algumas obras essenciais.

[CLUBE DE LEITURA FOLHA] John Williams e Philip Roth

Livraria Martins Fontes (av. Paulista). (11) 2167-9900. Ter. (28), às 19h. Grátis.

A edição deste mês do Clube de Leitura Folha discute os livros “Stoner”, de John Williams, e “O Complexo de Portnoy”, de Philip Roth. Thiago Blumenthal, professor de letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie, debaterá as obras. O encontro será mediado pela editora-assistente de Cultura da Folha, Úrsula Passos.

[EXPOSIÇÃO] Revelando Hilda Hilst

Museu da Imagem e do Som. (11) 2117-4777. De 1/2 a 15/3. De ter. a sáb., das 10h às 22h; dom. e feriados, das 10h às 20h. Grátis.

A exposição reúne fotografias da escritora em quatro momentos, de 1959 à década de 1990, desenhos exibidos pela primeira vez e 15 edições originais de seus livros. Usando gravações dos anos 1970, quando Hilda tentava se comunicar com o além, uma instalação também permite que os visitantes ouçam a voz da autora.

[LIVRO] David Lynch

Editora BestSeller. R$ 99,90. 600 págs.

O livro “Espaço para Sonhar” apresenta memórias do diretor de “Twin Peaks” e depoimentos de amigos, colegas de trabalho e familiares. A obra alterna capítulos escritos pelo cineasta  e pela jornalista Kristine McKenna e traz imagens inéditas do arquivo pessoal de Lynch, como fotos de bastidores de sets de filmagem.

[CARTUM] Jaguar

9ª Arte Galeria. (11) 2776-0999. De ter. a sex., das 12h às 17h e das 19h às 21h; sáb., das 12h às 19h. Até 21/2. Grátis.

A galeria, especializada em história em quadrinhos, organiza mostra com mais de 50 obras em grafite, nanquim e lápis de cor de Jaguar, expoente do cartum brasileiro e colaborador da Folha. A exposição conta também com um texto curatorial do quadrinista André Dahmer.

[MÚSICA] Pussy Riot

Centro Cultural São Paulo. (11) 3397-0001. Qua. (29), às 19h, e qui. (30), às 20h. Grátis.

O Festival Verão Sem Censura, promovido pela Prefeitura de São Paulo, traz a banda russa Pussy Riot ao Brasil para atividades que incluem um debate após a exibição do documentário“Act and Punishment”, sobre a trajetória do grupo, e o show “Riot Days”, centrado no período em que integrantes do grupo estiveram na prisão.

[EXPOSIÇÃO] Peter Scheier

IMS Paulista. (11) 2842-9120. De 25/1 a 24/5. Ter., qua., sex., sáb., dom. e feriados, das 10h às 20h; qui., das 10h às 22h. Grátis.

O fotógrafo alemão (1908-1979), que chegou ao Brasil em 1937 fugindo do nazismo, ganha retrospectiva de sua obra. Com curadoria de Heloisa Espada, a exposição é composta por cerca de 300 itens e destaca o trabalho de Scheier como fotógrafo de arquitetura, apresentando imagens da construção de Brasília e da industrialização e expansão urbana de São Paulo.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.