Poeta celebra encanto e sutileza da natureza

Leia dois poemas inéditos da escritora Maria Esther Maciel

MARIA ESTHER MACIEL

[SOBRE O TEXTO] Os dois poemas, inéditos, integram o livro “Longe, Aqui. Poesia incompleta 1998-2019” (ed. Quixote +Do), de Maria Esther Maciel. O volume reúne três livros de poesia (em verso e prosa): “O Livro das Sutilezas” (2019, inédito, com desenhos de Julia Panadés), “O Livro de Zenóbia” (2004, com desenhos de Elvira Vigna) e “TRIZ e outros poemas” (1998-2001).

Alcachofra

As pétalas se chamam
capítulos
e se despetalam
como páginas
de um livro
com caule e estrias
em verde-claro
e penugem lírica.
Come-se dela
quando cozida
a fina camada
(quase raspa)
de uma por uma
das lâminas
que os dedos
levam à boca
para o deleite
da língua.

E ao fim do último
capítulo
eis que de repente
surge
a inesperada
delícia:
um botão tenro e carnudo
– o coração da flor
que vira
fruta viva.

Obra de Mariana Palma para ilustríssima
Obra de Mariana Palma - Luciana Kater

A vida ao redor

Os ramos do pé de jasmim
de Madagascar
sobem pelo tronco
da palmeira ao lado
rumo às tiras de madeira
que cobrem
o terraço.

Já as pimenteiras fazem
um leque vivo
de cores
com o roxo das verbenas
e o vermelho das bromélias
enquanto as avencas
pendem da prateleira
à meia-sombra
protegidas do sol febril
que entra
pela janela.

De repente
uma ave
pousa na pedra:

é um bem-te-vi
de olhos tácitos
e pose rara

que parece me trazer
(com insolência alegre)

algum presságio.


Maria Esther Maciel, professora, crítica literária e escritora, publicou, entre outros, “O Livro de Zenóbia” e “A Memória das Coisas”.

Ilustração por Mariana Palma, artista plástica, apresenta seus trabalhos na exposição Lumina, em cartaz no Instituto Tomie Ohtake até 5 de abril

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.