Cinema perdeu encanto e terá rumo incerto com coronavírus, diz Sérgio Augusto

Jornalista lança 'Vai Começar a Sessão', coletânea com seus textos dos últimos 20 anos

Sérgio Augusto, um dos ícones do jornalismo cultural brasileiro, é o convidado do episódio desta semana do Ilustríssima Conversa.

Sérgio publicou recentemente o “Vai Começar a Sessão” (Objetiva), reunião de ensaios sobre cinema publicados nos últimos 20 anos no jornal O Estado de S. Paulo.

O jornalista e crítico de cinema Sérgio Augusto
O jornalista e crítico de cinema Sérgio Augusto - Chico Cerchiaro/Divulgação

O livro leva o leitor a uma viagem saborosa pela história do cinema, dos filmes mudos aos lançamentos recentes. Nas imagens criadas por cineastas genais, como Hitchcock, Renoir, Lubitsch, Kubrick e Dino Risi, entre outros citados no livro, ele encontra um alívio para os tempos turbulentos que vivemos.

Já com relação ao cinema recente, no qual predominam as adaptações de HQs, ele anda uma tanto desaminado. O cinema se infantilizou e perdeu seu encanto, diz. E seguirá um rumo incerto com o abalo na experiência coletiva de ver um filme, uma decorrência do fechamento das salas após a eclosão do coronavírus.

Também autor de “Este Mundo é um Pandeiro”, estudo pioneiro sobre as chanchadas, Sérgio Augusto indica na entrevista algumas comédias para alegrar nossas quarentenas. E, entre muitas histórias saborosas, conta como foi parar certa vez na casa do cineasta Billy Wilder.

Cena do filme 'Ser ou Não Ser', de Ernst Lubitsch
Cena do filme 'Ser ou Não Ser', de Ernst Lubitsch - Divulgação

O Ilustríssima Conversa também pode ser acessado nos principais aplicativos, como Apple Podcasts, Spotify e Stitcher. Ouvintes podem assinar gratuitamente o podcast nos aplicativos para receber notificações de novos episódios.

O podcast entrevista, a cada duas semanas, autores de livros de não ficção e intelectuais para discutir suas obras e seus temas de pesquisa.

Já participaram do Ilustríssima Conversa Gilberto Nascimento, que tratou do crescimento da Igreja Universal e a ascensão política de Edir Macedo; Eliane Robert Moraes, que discutiu a censura ao sexo nas artes; Sueli Carneiro, que falou sobre a relação entre as questões de raça e gênero no Brasil; Sérgio Adorno, que abordou o surgimento do liberalismo no Brasil; Sidarta Ribeiro, neurocientista que estuda o sono e os sonhos; a antropóloga Lilia Schwarcz; o ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro e a economista Laura Carvalho, entre outros.

A lista completa de episódios está disponível no índice do podcast.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.