Saltar para o conteúdo principal
 
19/03/2013 - 22h00

Jornalistas recomendam dieta rica em substantivos e pobre em adjetivos

da Livraria da Folha

Adjetivos são subjetivos. Bonito ou feio, por exemplo, depende de gosto, não é universal e pode ser mal interpretado. Ao contrário do que foi usado no título deste texto --rico e pobre--, para escrever artigos noticiosos, jornalistas recomendam cautela. Substantivos e verbos, por sua vez, passam a mensagem de forma objetiva.

Divulgação
Segundo jornalistas, editar um texto não é procurar erros gramaticais
Livro aponta erros comuns em reportagens, dissertações e teses

Repórter especial da Folha dá dicas de escrita; ouça
'Enem Nota Máxima' traz simulados e conteúdo digital
Visite a estante dedicada à língua portuguesa

As jornalistas Arlete Salvador e Dad Squarisi indicam como escapar das ciladas da língua portuguesa em "Escrever Melhor".

As autoras explicam que a gramática é o esqueleto do texto. Sem ela, as palavras ficam desconjuntadas e dispersas. No livro, comparam esqueleto e texto a engenheiro civil e prédio.

"É como se o engenheiro civil desprezasse os cálculos estruturais na construção de um prédio. A obra desmoronará cedo ou tarde. Com o texto ocorre o mesmo. Se não estiver bem escrito, falhará no momento em que atingir o alvo (o leitor). Ou seja, deixará de transmitir a mensagem", ressaltam.

As jornalistas citam o linguista norte-americano Noam Chomsky no que diz respeito ao conhecimento gramatical e à aplicação automática das regras. Ele defende que a combinação não garante bom texto.

"Uma frase, para ser considerada frase, precisa fazer sentido. Deve respeitar as normas da morfologia e da sintaxe e, ao mesmo tempo, comunicar a ideia. Sem isso, vira uivo."

Arlete e Dad afirmam que o editor deve prestar atenção a duas características do texto: gramaticidade e inteligibilidade. Segundo a dupla, não há como alguém escrever bem sem o conhecimento básico das normas da língua.

*

"Escrever Melhor"
Autores: Arlete Salvador e Dad Squarisi
Editora: Contexto
Páginas: 224
Quanto: R$ 23,90 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.

 
Voltar ao topo da página