Saltar para o conteúdo principal
 
13/07/2012 - 13h30

Suposto diário de Jack, o Estripador, é publicado no Brasil

da Livraria da Folha

Publicado no Brasil pela editora Universo dos Livros, "O Diário de Jack, o Estripador" apresenta o controverso relato do suposto autor dos crimes hediondos que aconteceram em Whitechapel, um bairro pobre de Londres, no fim do século 19. O assassino nunca foi identificado.

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite nossa página no Facebook
Conheça a história da cadeira elétrica

James Maybrick, comerciante de algodão que viveu em Liverpool, é o dono mais provável do diário. Maybrick foi envenenado pela mulher, Florence, em 1889. Entre incrédulos e curiosos, o volume foi analisado por cientistas, historiadores, especialistas em caligrafia, psicólogos e estudiosos no caso do estripador. O documento foi submetido a vários testes.

Divulgação
Edição apresenta o polêmico diário atribuído a Jack, o Estripador
Edição apresenta o polêmico diário atribuído a Jack, o Estripador

Em 1993, o jornal "Sunday Times" defendeu que era uma falsificação moderna. Porém, um relógio descoberto em Liverpool trazia a inscrição "J. Maybrick. Eu Sou Jack". Nas bordas, as iniciais das prostitutas assassinadas em Londres.

Um serial killer relatar seus crimes ou produzir provas desse gênero não é algo incomum. Fred West, Pee Wee Gasking e Charles Manson, entre outros, deixaram registrados seus atos e pensamentos, tudo com um exuberante egocentrismo patológico.

"Ele queria desesperadamente que outros soubessem o segredo que o consumia. Ele viveu na casa de número 7 da Riversdale Road no final dos anos 1880", afirma Shirley Harrison, responsável pelo livro.

Mary Ann Nichols foi a primeira da série de mortes atribuídas ao maníaco. O corpo foi encontrado com dois ferimentos na garganta e algumas incisões no abdômen. Depois do assassinato de Mary Jane Kelly, em 9 de novembro de 1888, o criminoso desapareceu. As outras mulheres mortas foram: Annie Chapman, Elizabeth Stride e Catherine Eddowes.

O príncipe Albert, sir William Gull e Lewis Carroll são alguns dos suspeitos famosos. Abaixo, acompanhe a cronologia dos eventos dessa época. Material extraído de "Jack, o Estripador: A Verdadeira História, 120 Anos Depois".

*

CRONOLOGIA

1887
Jubileu de ouro da rainha Vitória.

NOVEMBRO
Publicação de Um Estudo em Vermelho, a primeira aventura de Sherlock Holmes.
13 Domingo Sangrento.

1888
3 de Abril - Emma Elizabeth Smith é agredida e morre dois dias depois.

AGOSTO
7 - Assassinato de Martha Tabram.
31 - Assassinato de Mary Ann Nichols. Robert Anderson é nomeado diretor do CID.

SETEMBRO
1º - Abertura do inquérito da morte de Mary Ann Nichols.
4 - Primeiras alusões a "Avental de Couro" na imprensa.
6 - Enterro de Mary Ann Nichols no Cemitério Little Ilford.
7 - Príncipe Alberto Vítor viaja para York.
8 Assassinato de Annie Chapman.
9 - Robert Anderson, diretor do CID, sai de férias.
10 - Príncipe Alberto Vítor volta de York para Londres.
Parlamentar Samuel Montagu oferece uma recompensa de £100 pela captura do assassino.
John Pizer é preso para interrogatório e libertado na noite seguinte.
12 - Abertura do inquérito da morte de Annie Chapman. Jacob Isenschmid é preso e internado no Hospício Grove Hall.
14 - Enterro de Annie Chapman no Cemitério Manor Park.
23 - Encerramento do inquérito da morte de Mary Ann Nichols.
24 - Publicado no Star artigo de Bernard Shaw "Blood Money to Whitechapel".
25 - Carta "Cara Chefia", atribuída ao Estripador, é enviada à Scotland Yard.
26 - Encerramento do inquérito da morte de Annie Chapman.
27 - Príncipe Alberto Vítor viaja para Abergeldie, na Escócia.
29 - Catherine Eddowes é presa por estar bêbada em público, e libertada horas depois.
30 - Assassinatos de Elizabeth Stride e Catherine Eddowes. Pichação a giz na rua Goulston é apagada.

OUTUBRO
1º - Cartão-postal atribuído ao Estripador é enviado à Agência Central de Notícias.
Carta à "Cara Chefia" é publicada no Daily News. Abertura de inquérito da morte de Elizabeth Stride.
3 - Encontrado cadáver de mulher sem cabeça e sem braços em Whitehall.
4 - Abertura de inquérito da morte de Catherine Eddowes.
6 - Enterro de Elizabeth Stride no Cemitério East London.
8 - Enterro de Catherine Eddowes no Cemitério Little Ilford.
9 - Sir Charles Warren testa os sabujos Barnaby e Burgho no parque Regent.
11 - Encerramento do inquérito da morte de Catherine Eddowes.
16 - Carta "Do Inferno" é enviada a George Lusk.
21 - Maria Coroner é presa por forjar cartas do Estripador.
23 - Encerramento do inquérito da morte de Elizabeth Stride.

NOVEMBRO
2 - Príncipe Alberto Vítor viaja para Sandringham.
7 - Francis Tumblety é preso em Londres por atentado ao pudor.
8 - Sir Charles Warren demite-se da chefia da Polícia Metropolitana.
9 - Assassinato de Mary Jane Kelly.
10 - Governo oferece indulto a cúmplices do Estripador que o denunciarem.
12 - Abertura e encerramento do inquérito da morte de Mary Kelly. Príncipe Alberto Vítor volta para Londres.
19 - Enterro de Mary Jane Kelly no Cemitério Leytonstone.
20 - Suposto ataque do Estripador a Annie Farmer.
24 - Francis Tumblety foge para a França e depois para os EUA.

DEZEMBRO
1º Artigo de Robert Donston Stephenson sobre o Estripador é publicado no Pall Mall Gazette.
7 - David Cohen é preso.
21 - David Cohen é internado no Hospício Colney Hatch.
31 - Cadáver de Montague John Druitt é encontrado no Tâmisa.

1889
24 de abril - Execução de William Henry Bury.
11 de maio - Envenenamento de James Maybrick.
Junho - Melville Macnaghten ingressa na Polícia Metropolitana.

JULHO
6 - Inspetor Abberline e o escândalo da rua Cleveland.
17 - Assassinato de Alice McKenzie.
10 de setembro - Encontrado cadáver de mulher sem cabeça e sem pernas na rua Pinchin.
20 de outubro - Morte de David Cohen.

1890
29 de janeiro - Morte de sir William Gull.

1891
FEVEREIRO
7 - Aaron Kosminski é internado no Hospício Colney Hatch.
13 - Assassinato de Frances Coles.
24 de abril - Assassinato de Carrie Brown nos Estados Unidos.

1892
14 de janeiro - Morte do príncipe Alberto Vítor.
3 de fevereiro - Morte de James Kenneth Stephen.
15 de novembro - Execução de Neill Cream.

1894
23 de fevereiro - Memorando Macnaghten.

1897
Jubileu de diamante da rainha Vitória.

1901
22 de janeiro - Morte da rainha Vitória.

1902
25 de outubro - Coroação de Eduardo VII. Prisão de George Chapman.

1903
24 de março - Primeira entrevista do inspetor Abberline ao Pall Mall Gazette.
31 de março - Segunda entrevista do inspetor Abberline ao Pall Mall Gazette.
7 de abril Execução de George Chapman.

 
Voltar ao topo da página