Saltar para o conteúdo principal
 
20/12/2013 - 14h15

Conheça a obra de Carl Sagan

da Livraria da Folha

Associated Press
Carl Sagan durante gravação da série de TV "Cosmos" em 1981
O astrônomo Carl Sagan durante gravação de "Cosmos", série de televisão que se tornou famosa na década de 1980

Carl Edward Sagan, um dos mais importantes divulgadores do conhecimento científico do século 20, morreu aos 62 anos, em 20 de dezembro de 1996, vítima de pneumonia, enfraquecido após anos de batalha contra uma doença na medula óssea.

Contrariando o estereótipo do cientista arrogante e avesso às crenças religiosas, Sagan respeitava todas as religiões e refletia sobre os limites da ciência.

Em 1985, o astrofísico foi convidado para participar das famosas Palestras Gifford na Universidade de Glasgow, na Escócia, sobre teologia natural. Em decorrência dessa apresentação, foi escrito "Variedades da Experiência Científica".

Reprodução
Astrofísico Carl Sagan questionava a visão tradicional de Deus
Astrofísico Carl Sagan questionava a visão tradicional de Deus

No volume, o cientista, que também é o autor de "Contato" --livro que inspirou o filme homônimo --, abre o debate sobre a inteligência extraterrestre e faz análises sobre a fé.

"Tenho consciência das muitas limitações na profundidade e na amplitude do meu próprio conhecimento sobre ambos os assuntos, portanto peço sua tolerância", escreveu sobre as palestras.

Preocupado com uma onda de explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam cada vez mais os meios de comunicação, Sagan escreveu "O Mundo Assombrado pelos Demônios", uma edição cheia de ataques divertidos à falsa ciência, às concepções excêntricas e aos irracionalismos.

Último livro escrito por Carl Sagan, publicado postumamente, "Bilhões e Bilhões : Reflexões Sobre Vida e Morte na Virada do Milênio" traz 19 textos reunidos pela viúva e colaboradora de Sagan, Ann Druyan, que discutem uma variedade de temas, do aborto e problemas ambientais à possibilidade de vida em Marte, além de sua luta pessoal contra a doença.

 
Voltar ao topo da página