Saltar para o conteúdo principal
 
25/04/2014 - 16h40

Biografia narra ascensão e queda do vidente de Hitler

da Livraria da Folha

No período da ascensão nazista, Erik Jan Hanussen era uma celebridade. Ele fazia exibições de seus poderes mentais para grandes plateias –hipnotizava, lia pensamentos e previa o futuro.

Em uma Alemanha que sofria para se reerguer após a Primeira Guerra Mundial, o suposto paranormal dava ao povo algo em que acreditar. Era um terreno fértil para malandros de todas as espécies. Estelionatários, charlatões, impostores e políticos demagogos poderiam fazer fortuna ou dominar o país.

Hanussen tinha um jornal no qual publicava suas profecias e pessoas poderosas pagavam por suas consultas particulares. Não demorou muito para que ele fosse notado pelo círculo íntimo de Hitler.

Divulgação
Hanussen não passava do pseudônimo de Hermann Steinschneider, um artista circense judeu
Erik Jan Hanussen não passava de um artista circense judeu

Porém, o verdadeiro nome do chamado "maior vidente da Europa desde Nostradamus" era Hermann Steinschneider, um artista circense judeu talentoso e amoral. Suas mentiras eram tão boas que, em alguns casos, até ele mesmo acreditava nelas.

O guru ocultou sua origem, transformou o seu jornal em um veículo de propaganda nazista, se tornou amigo do conde Wolf-Heinrich von Helldorf e chegou a realizar sessões particulares para Hitler.

O jornalista Arthur J. Magida investigou a curiosa trajetória desse controvertido personagem, entrevistou a filha de Hanussen e mágicos e ilusionistas para compor a biografia "A Sessão Nazista". Magida se concentra nos acontecimentos da década de 1930, quando Hanussen circulou pela cúpula hitlerista.

O personagem foi retratado em "Hanussen" (1988), de István Szabó, e "Invencível" (2001), de Werner Herzog. "A Sessão Nazista" chega ao Brasil com tradução de Rafael Longo.

*

A SESSÃO NAZISTA
AUTOR Arthur J. Magida
EDITORA Globo Livros
QUANTO R$ 36,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

 
Voltar ao topo da página