Saltar para o conteúdo principal
 
03/06/2015 - 11h00

Graças a Max Brod, conhecemos obras-primas de Kafka

da Livraria da Folha

Franz Kafka morreu no dia 3 de junho de 1924, vítima da tuberculose, em Viena. Ele pediu a Max Brod que seus textos fossem queimados após sua morte. Contrariando o desejo do autor, Brod publicou romances, prosas, correspondências e diários.

Divulgação
Edição reúne algumas das principais obras de Franz Kafka
Edição reúne algumas das principais obras de Franz Kafka

Graças ao descumprimento, conhecemos obras-primas da literatura, como "O Processo" (1925) e "O Castelo" (1926), além de outros escritos que apresentam detalhes da personalidade de Kafka.

"Franz Kafka: Essencial" traz "A Metamorfose", "Na Colônia Penal" e "Um Artista da Fome", com tradução direta do original em alemão. O volume compila 109 aforismos de Kafka e introduções escritas por Modesto Carone, tradutor e especialista na obra do escritor.

Nascido em 3 de julho de 1883, em Praga, o autor de "A Metamorfose" estudou química e se formou em direito, trabalhou em cargos burocráticos e administrativos. Em vida, Kafka não ganhou fama nem fortuna com seus livros.

"O Mundo Prodigioso que tenho na Cabeça" reúne ensaios sobre Kafka escritos por Louis Begley, autor de "Despedida em Veneza" e "Questões de Honra".

Reprodução
O escritor Franz Kafka na frente da casa de sua família
O escritor Franz Kafka na frente da casa de sua família

Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.

-

 
Voltar ao topo da página