Saltar para o conteúdo principal
 
13/03/2018 - 10h11

Psicanalista mostra como o tema da fantasia percorre toda obra de Freud

da Livraria da Folha

Divulgação
Autor analisa como conceito de fantasia se combina a outros como sintoma e devaneio ao longo da obra de Freud
Autor analisa como conceito de fantasia se combina a outros como sintoma e devaneio ao longo da obra de Freud

Em "Freud e a Fantasia - Os Filtros do Desejo", o psicanalista Carlos Alberto de Mattos Ferreira parte de sua tese de doutorado para mostrar como a "fantasia" se apresenta na obra de Freud como numa espécie de labirinto.

O livro, que integra a coleção "Para Ler Freud", mostra como o termo surge desde os primeiros textos do pai da psicanálise e reaparece até o final de sua obra, combinando-se inclusive com outros conceitos, como sintoma e devaneio.

A obra aborda a gênese da fantasia nas lembranças, nos sintomas e nos traumas, relacionando aspectos da sexualidade, da tensão, do afeto, dos sonhos e do desejo.

Na obra, o autor analisa, por exemplo, como a relação de fantasia, brincadeira e desejo retoma a questão do que está oculto.

Psicólogo e psicanalista, com graduação em fonoaudiologia e comunicação social Carlos Alberto de Mattos Ferreira é doutor em saúde coletiva pelo Instituto de Medicina Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor titular e coordenador de pós-graduação do Instituto Brasileiro de Medicina de Reabilitação do Rio de Janeiro.

*

FREUD E A FANTASIA
AUTOR Carlos Alberto de Mattos Ferreira
EDITORA Civilização Brasileira
QUANTO R$ 31,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página