Saltar para o conteúdo principal
 
02/12/2011 - 23h00

Dois livros exibem fotos sensuais de Bettie Page, a "deusa pin-up"

da Livraria da Folha

De todas as pin-ups, incluindo Marilyn Monroe (1926 -1962) e Bettie Grable (1916-1973), nenhuma marcou tanto o erotismo do gênero quanto Bettie Page (1923-2008). A "deusa" foi escolhida por Dian Hanson --mulher que dedicou 25 anos produzindo revistas masculinas-- para ilustrar dois volumes da série "The Big Book", que traz os corpos mais desejados do mundo.

Divulgação
Bettie Page está entre as mais belas bundas e pernas já fotografadas
Bettie Page está entre as mais belas bundas e pernas já fotografadas

Confira as ofertas de Natal da Livraria da Folha
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Conheça nossa página no Facebook

Criado em 1941, o termo pin-up originalmente designava as fotos de mulheres sensuais usadas para pendurar na parede. Imagens femininas do tipo eram pintadas em aviões durante a Segunda Guerra Mundial.

Publicada pela editora Taschen, a coleção expõe centenas de fotos históricas que são contextualizadas por meio de textos e entrevistas.

No volume dedicado às pernas e aos pés femininos, "The Big Book of Legs", Page aparece em várias imagens e se destaca entre as mais belas já fotografadas.

Em "The Big Butt Book", a pin-up apresenta bons motivos para ser considerada, ainda hoje, um dos maiores símbolos sexuais da história.

Divulgação
Bettie Page, símbolo sexual da década de 1950, popularizou o pin-up e foi uma das musas da revolução sexual
Bettie Page, símbolo sexual da década de 1950, popularizou o pin-up e foi uma das musas da revolução sexual
 
Voltar ao topo da página