Saltar para o conteúdo principal
 
20/12/2010 - 20h33

Homem que se exibe nu pode estar deprimido ou ser gay, diz livro "Exibicionismo"

SÉRGIO RIPARDO
editor-assistente da Livraria da Folha

The Sun/Reprodução
Cantor Robbie Williams abaixo a calça em programa de televisão da Dinamarca por um desafio de R$ 50
Cantor Robbie Williams abaixa a calça em programa de televisão da Dinamarca por um desafio de R$ 50
Divulgação
Edição portuguesa reúne teorias psicanalíticas sobre exibicionismo
Edição portuguesa reúne teorias psicanalíticas sobre exibicionismo
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

Baixar as calças e mostrar a bunda ou o pênis. Levantar a camisa e expor os peitos. Urinar no muro, no poste ou na árvore, sem vergonha de ser flagrado. No livro "Exibicionismo", essas atitudes são analisadas como um tema da psicanálise, com direito a relato de casos e apresentação de diversas teorias. Por que uma pessoa tem compulsão em expor seus órgãos genitais em locais públicos, sem constrangimento?

Entre os fatores relacionados pela obra, está um desejo profundo de ser punido, rejeitado, ou a expressão de um narcisismo por mostrar seus dotes ao mundo ou até um sinal de depressão (escancarar a própria nudez seria uma resposta agressiva ao meio social).

Lançado pela editora portuguesa Almedina, "Exibicionismo" discute as diferenças entre um exibicionismo saudável e as suas manifestações mais patológicas. O livro inclui uma sinopse da história do exibicionismo, bem como uma análise do exibicionismo feminino. Também é mostrado como se dá hoje a sublimação do exibicionismo na cultura contemporânea, por meio de programas como o "Big Brother".

O volume cita as ideias do psicanalista americano Charles Socarides (1922-2005), apresentado como autor da "teoria de exibicionismo mais rica e completa, baseando-se na sua vasta experiência clínica com pacientes perversos".

"Socarides deu-se conta do predomínio dos desejos e tendências homossexuais nos seus pacientes exibicionistas", cita o livro na página 67.

Fabrice Coffrini/AFP
Voluntários nus posaram para o fotógrafo Spencer Tunick sobre a maior geleira da região dos Alpes suíços, em alerta ao aquecimento global
Voluntários nus posa para Spencer Tunick sobre a maior geleira dos Alpes suíços, em alerta ao aquecimento

Esse professor reuniu "narrativas terríveis de negligência e abandono" contadas por seus pacientes.

"Segundo Socarides, a prática da exposição obscena não serve apenas para esconjurar os impulsos femininos e tentar obter uma injecção de masculinidade, mas funciona também visando estancar os afetos depressivos, sobretudo o sentimento de desamparo do exibicionista."

Leia mais um trecho do livro "Exibicionismo"

*

Reprodução
Vencedor do "Big Brother África 3", Ricco tomou banho sem roupas no "BBB 9"
Vencedor do "Big Brother África 3", Ricco tomou banho sem roupas no "BBB 9"

Para resumirmos as contribuições psicanalíticas para o estudo do exibicionismo enquanto forma de perversão sexual, podemos enumerar as seguintes observações:

1. O exibicionismo é utilizado como modo de comunicação de um sofrimento interno, habitualmente ligado a traumas da infância recuada.

2. O exibicionismo funciona como uma defesa perante a angústia de castração, e como um meio de reafirmação da potência masculina.

3. O exibicionismo protege o paciente do intercurso com as mulheres, uma vez que aquele pode ser concebido como perigoso e castrador.

4. O exibicionismo é uma defesa que visa proteger o paciente da homossexualidade.

5. O exibicionismo permite ao paciente exprimir sadismo em relação às mulheres, e sobretudo o ódio em relação à mãe.

6. O exibicionismo funciona como uma demonstração narcísica.

7. O exibicionismo exprime as tendências masoquistas do paciente, e a necessidade que o leva ao risco de cair nas mãos da polícia e outras autoridades, o que gratificaria o seu desejo de ser punido.

8. O exibicionismo é usado pelo paciente como um meio de restaurar a sua auto-estima ferida.

9. O exibicionismo permite ao paciente transformar os seus afetos agressivos em afetos sexuais.

*

"Exibicionismo"
Autor: Brett Kahr
Editora: Almedina
Páginas: 104
Quanto: R$ 34,85 (preço promocional, por tempo limitado)
Onde comprar: 0800-140090 ou na Livraria da Folha

 
Voltar ao topo da página