Saltar para o conteúdo principal
 
24/03/2011 - 15h05

Matemática deixa de ser "chata" quando usada contra um cassino

da Livraria da Folha

Arte
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

No melhor estilo "Rain Man", o escritor Alex Bellos, acompanhado por um estatístico, aventurou-se em um cassino de Nevada para tentar prever os resultados atribuídos à sorte usando cálculos matemáticos.

Reprodução
Alex Bellos empreende uma viagem exploratória pelo país da matemática
Alex Bellos empreende uma viagem exploratória pelo país da matemática

"Alex no País dos Números", volume que mistura curiosidades cotidianas e rigor intelectual, mostra como a matéria considerada por muitos como a mais "chata" da escola pode ser divertida.

Entre outros assuntos, o livro apresenta o jogo de Sudoku e seus inventores, o raciocínio quantitativo de tribos indígenas da Amazônia, a maneira de identificar portadores de discalculia e como alunos japoneses fazem cálculos apenas imaginando o funcionamento de um ábaco.

Bellos estudou matemática e filosofia. Em 1998, tornou-se correspondente do jornal britânico "Guardian" no Rio. Com a experiência no país do futebol, escreveu "Futebol: O Brasil em Campo" (Zahar, 2002).

Publicado no Brasil pela editora Companhia das Letras, o volume tem lançamento previsto para a segunda semana de abril e já está em pré-venda na Livraria da Folha.

Visite a estante dedicada à matemática

*

"Alex no País dos Números"
Autor: Alex Bellos
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 416
Quanto: R$ 39,60 (preço promocional de lançamento)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

 
Voltar ao topo da página