Saltar para o conteúdo principal
 
05/04/2011 - 17h00

Recusamos a felicidade, diz "Nietzsche para Estressados"

da Livraria da Folha

Divulgação
Livro com 99 Doses de filosofia para combater as preocupações
Volume com 99 doses de filosofia para combater as preocupações

Os acadêmicos vão torcer o nariz: Nietzsche usado como autoajuda. Mas, examinando melhor a questão, eles lembrarão que muitos filósofos defenderam a felicidade como finalidade da vida. Isso todo primeiranista sabe, não adianta repudiar.

"Nietzsche para Estressados", de Allan Percy, segue a mesma linha de "Mais Platão, Menos Prozac", de Lou Marinoff, livro que também causou aversão nos mais conservadores. Quem estuda filosofia e mantém o bom humor pode se divertir com os títulos.

Friedrich Nietzsche (1844-1900) --filósofo que influenciou intelectuais como Sigmund Freud (1856-1939), Jean-Paul Sartre (1905-1980) e Michel Foucault (1926-1984)-- abominava o ascetismo, doutrina que se opõe aos prazeres mundanos.

No livro, Allan Percy usa o pensamento filosófico do alemão para solucionar problemas pessoais e profissionais. Publicado no Brasil pela Gmt Sextante, a obra reúne 99 máximas do notório niilista aplicáveis a várias situações cotidianas. Leia um trecho do exemplar.

Visite a estante dedicada às ciências humanas

*

O valor que damos ao infortúnio é tão grande que, se dizemos a alguém "Como você é feliz!", em geral somos contestados

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

NÃO É LUGAR-COMUM DIZER que os povos aparentemente mais primitivos demonstram ser mais felizes que a sociedade ocidental contemporânea. Muitos se perguntam como pessoas que não têm nada ou quase nada podem ser mais bem-humoradas do que outras que trabalham para acumular todo tipo de bens.

Será que a contestação, como diz Nietzsche, é uma marca de nossa civilização?

Nas conversas típicas do ambiente de trabalho, nos bares e nos restaurantes as queixas são intermináveis: reclamamos das taxas de juros, do custo de vida, do ruído e da poluição que assolam as grandes cidades. Talvez não estejamos fazendo nada para remediar esses fatores, mas gostamos de nos queixar, o que acaba gerando angústia e estresse.

O estresse não nasce das circunstâncias externas, mas da interpretação que fazemos delas. Talvez o segredo da felicidade seja deixar de nos preocuparmos com fatores e estatísticas que não dependem de nós e nos divertirmos mais.

*

"Nietzsche para Estressados"
Autor: Allan Percy
Editora: Gmt Sextante
Páginas: 112
Quanto: R$ 16,92 (preço promocional de lançamento)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

 
Voltar ao topo da página