Saltar para o conteúdo principal
 
19/05/2011 - 12h00

Ex-crente assume ser ateu e revela processo de autoconhecimento

da Livraria da Folha

Divulgação
Bastidores de instituições religiosas e o seu processo missionário
Bastidores de instituições religiosas e o seu processo missionário

"Sou um ateu". É a conclusão que o jornalista Fábio Marton chegou. Esse tipo de depoimento ainda causa certo reboliço em algumas praças, só que no caso dele, ganha ares dramáticos quando revela sua história.

"Ímpio" é a infância, a reflexão e a consequência de sua vida. Marton, assim como outras crianças, tinha seus gostos e charmes da idade, mas não bastasse ser esperto, brincalhão ou afetuoso, ele se via obrigado a praticar sua fé para agradar e conquistar a família.

De um ponto de vista muito particular --de uma criança que torna-se um adulto--, o leitor tem a oportunidade de testemunhar a influência da religião em seu cotidiano, e como da observação e amadurecimento, o autor enfrenta medos e resolve entrar em acordo com ele mesmo, em conseguir declarar o que pensava, mesmo que despertasse o desgosto de pessoas próximas e amigas.

Arte
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

O jornalista faz de sua vida uma grande reportagem. Sem ser apelativo ou caricato, busca oferecer ao leitor informações vistas e vividas sobre exorcismos, pregações e testemunhos de pastores que somente por meio da fé curavam diversas enfermidades, e as razões por ter associado o termo "ímpio" à sua vida, que perpassa pelo sentido de não se dignar --e mesmo desprezar-- fanatismos religiosos e suas inconsequentes empreitadas profanas que violentam o interior de cada um.

"Ímpio" é um livro escrito por um ateu assumido. É um livro sobre fé, preconceitos, medos e coragens. É sobre autoconhecimento. E vale para qualquer um, tenha sua religião ou não.

*

"Ímpio"
Autora: Fábio Marton
Editora: LeYa
Páginas: 224
Quanto: R$ 34,90
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

 
Voltar ao topo da página