Saltar para o conteúdo principal
 
09/07/2011 - 12h00

Personagem de Carrère perde personalidade após raspar bigode

da Livraria da Folha

Divulgação
Protagonista defende que teve bigode em história fantástica
Protagonista defende que teve bigode em história fantástica

"O Bigode - A Colônia de Férias" (Alfaguara, 2011) reúne duas histórias do escritor francês Emmanuel Carrère, um dos autores contemporâneos mais prestigiados do país, presente na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) 2011.

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

Na primeira história, um homem decide tirar o bigode que cultivava há anos e, aos poucos, deixa de se reconhecer.

Na segunda, o tímido garoto Nicolas vai viajar com a escola. Cheio de problemas familiares, ele se afasta cada vez mais dos colegas até se enfiar em uma aventura inacreditável.

Carrère é conhecido pelas discussões filosóficas e psicológicas que levanta ao criar situações absurdas, bem-humoradas e surreais em suas narrativas.

Também é autor de "Outras Vidas que Não a Minha" , "O Adversário" e "Um Romance Russo".

Leia trecho de "O Bigode".

*

- Que história é essa de bigode?

- Agnès - ele murmurou -, Agnès, eu o raspei. Não é nada do outro mundo, vai nascer de novo. Olhe para mim, Agnes. O que está havendo?

Repetia cada palavra, lentamente, quase cantarolando enquanto a acariciava, mas ela voltou a esquivar-se, os olhos esbugalhados, como no carro, na mesma progressão.

- Você sabe muito bem que nunca usou bigode. Pare com isso, por favor. - Ela gritava: - Por favor. Isso é uma idiotice, por favor, me dá medo, pare... Por que está fazendo isso? - sussurrou para terminar.

Ele não respondeu, abatido. O que poderia lhe dizer? Para parar com a palhaçada? Para continuarem o diálogo de surdos? O que estava acontecendo? Trotes do arco-da-velha, que ela às vezes maquinava, voltavam-lhe à mente, a história da porta emparedada... Lembrou-se subitamente do jantar na casa de Serge e Véronique, da obstinação deles em fingir nada perceberem. O que ela lhes dissera, e por quê? O que pretendia?

Com freqüência tinham as mesmas ideias simultaneamente. Isso se confirmou e, no instante em que ela abria a boca, ele compreendeu que a vantagem caberia ao que primeiro fizesse a pergunta. A ela, portanto.

- Se você tivesse raspado o bigode, Serge e Véronique teriam notado, não acha?

Era indefensável. Ele suspirou:

- Você pediu para eles fingirem.

Ela encarou-o, pupilas dilatadas, boquiaberta, visivelmente tão horrorizada quanto se ele a ameaçasse com uma navalha.

- Você está louco - ela sibilou. - Completamente louco.

*

"O Bigode - A Colônia de Férias"
Autor: Emmanuel Carrère
Editora: Alfaguara
Páginas: 264
Quanto: R$ 35,90 (preço promocional, por tempo limitado)*
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

*Preço promocional por tempo limitado ou enquanto durarem nossos estoques. Promoção não cumulativa com outras promoções do site. O preço do produto poderá sofrer alteração para mais ou para menos sem prévio aviso, prevalecendo sempre o valor apresentado na página de consulta do produto e/ou carrinho de compras.

 
Voltar ao topo da página